CLASSIFICADOS
Página Inicial » Notícias » Arroba do boi pode passar de R$ 170, motivação: falta de animais e aumento do volume de exportações
Curso de gestão de pastagens, planejamento e manejo da teoria à prática, aprenda o método PDCA
boi gordo pasto

Arroba do boi pode passar de R$ 170, motivação: falta de animais e aumento do volume de exportações

Falta de animais para o abate e aumento do volume de exportações devem elevar cotação do boi gordo na bolsa de valores

A baixa oferta de animais para o abate pode gerar maior valorização da arroba no mercado futuro, ultrapassando a marca de R$ 170/@, segundo previsão de Maurício Nogueira, da Agroconsult. “O preço tende a crescer em função da falta de animais no mercado e do aumento do volume de exportações”, explicou em entrevista durante o Rally da Pecuária. Na última sexta-feira, 29 de abril, a arroba estava cotada a R$ 162,74 no mercado futuro da BM&F Bovespa para entrega em dezembro.

O consultor também observa que a subida de preços não está imune a oscilações. “O produtor tem que estar atento e ver o melhor momento de fazer o hedge. No ano passado muitos pensavam que a arroba subiria mais e acabaram perdendo a chance de fazer um bom caixa, pois isso não aconteceu. Basta uma notícia positiva ou negativa para o preço subir ou cair”, alerta.

Principais interessados no travamento de preço na bolsa de valores, os confinadores têm encontrado um difícil cenário em 2016. Estima-se que os custos de produção da atividade tenham subido em torno de 30%. O milho, principal insumo para alimentação dos animais, teve alta de mais de 50% em algumas praças. Isso tem feito com que os produtores busquem outras alternativas de alimentação, ao mesmo tempo em que a alta na procura encarece esses insumos. “Nas últimas semanas acompanhei alguns produtores que pagaram R$ 35 na saca de sorgo, valor bem acima do mercado”, afirmou Nogueira.

[super-post id=”sp576995cb87609″ items=”5″ ignore_sticky_posts=”true” show_title=”true” title_length=”0″ title_ellipsis=”…” show_thumbnail=”true” remove_no_thumbnail=”false” icon_height=”60″ icon_width=”60″ icon_empty=”3917″ show_comments=”true” comment_icon=”http://comprerural.com/wp-content/plugins/super-post/images/comments.png” show_date=”true” show_date_link=”false” date_icon=”http://comprerural.com/wp-content/plugins/super-post/images/date.png” date_format=”l, F j, Y” show_author=”false” author_title=”View all posts by {author}” author_icon=”http://comprerural.com/wp-content/plugins/super-post/images/author.png” show_category=”true” first_category=”true” category_separator=”, ” category_icon=”http://comprerural.com/wp-content/plugins/super-post/images/category.png” offset=”1″ page_range=”5″ load_text=”Load more posts” query=”views” order=”DESC” post_status=”publish” title_trim=”words” load_style=”none” template=”left”]

*Alisson Freitas, o jornalista viajou a convite da Agroconsult

Fonte: Portal DBO

2 comentários

  1. Dilson Marques Fernandes

    Ñ conhecia esse tipo de doença no gado. É preciso mais informações sobre as causas dessa enfermidade.

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicadoEstes campos são obrigatórios *

*

x

Checar também

confinamento-Bovino2

Uso de substância antimicrobiana em rações animais é proibido

A importação e a fabricação da substância antimicrobiana sulfato de colistina – usada como aditivo ...

boi-gado-no-pasto-1

Amazônia pode criar 240 milhões de cabeças de gado sem desmatamento

Usando técnicas de criação sustentável e sem aumentar a área de pastagem, o rebanho bovino ...