CLASSIFICADOS
Página Inicial » Notícias » Bem-estar animal em foco, pecuária sustentável exige inovação e mudanças de métodos
Curso de gestão de pastagens, planejamento e manejo da teoria à prática, aprenda o método PDCA
vaca bem estar animal

Bem-estar animal em foco, pecuária sustentável exige inovação e mudanças de métodos

Bem-estar animal e reaproveitamento de dejetos ajudam a reduzir danos ambientais, dizem pesquisadores.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) realizou nesta terça-feira (4), em Brasília, um ciclo de palestras sobre boas práticas agropecuárias e redução dos impactos ambientais causados pela criação de animais de corte.

Participaram da abertura do evento o secretário de Relações Internacionais do Agronegócio do Mapa, Odilson Ribeiro e Silva, o diretor do Departamento de Desenvolvimento das Cadeias Produtivas e de Produção Sustentáveis, Pedro Alves Correa Neto, o assessor especial do ministério João Santo Campari Júnior e o pesquisador Paulo Armando, da Embrapa Suínos e Aves.

O professor Celso Funcia Lemme, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), falou sobre a necessidade de as empresas repensarem as implicações causadas por suas atividades ao meio ambiente. Recomendou o uso de inovação e mudanças em suas estruturas metodológicas para atender às demandas ambientais, sociais, éticas e econômicas.

“Se a empresas assumirem hoje o compromisso de cumprir metas e estabelecer programas, tornarão ainda mais viável o processo rumo à eficiência econômica sustentável”, assinalou Lemme.

Emissões de poluentes

O pesquisador Paul Robin, do Instituto Francês de Pesquisa em Agricultura (Inra), apresentou metas estabelecidas pela França e Europa para a redução em 20%, até 2020, das emissões de poluentes por meio da adoção integrada da produção agropecuária biossustentável. Ele lembrou ainda que a bovinocultura, a suinocultura e a avicultura produzem gás carbono e amônia. Também defendeu o reaproveitamento dos dejetos para a geração de energia por meio do tratamento dos gases em biodigestores e fertilização de plantações.

Para Robin, a adaptação das cadeias produtivas no sistema de boas práticas agropecuárias viabiliza a redução gradual da emissão dos gases poluentes. “A agricultura terá papel importante e predominante na geração de biogases. A escolha da metodologia e da tecnologia aplicada nas cadeias vai determinar os índices de produção de gases nas criações de animais.”

O professor Mateus Paranhos, da Universidade Estadual Paulista (Unesp – Jaboticabal), abordou a importância do bem-estar animal atrelado à sustentabilidade. “O setor produtivo da pecuária sofre críticas, a todo momento, relacionadas à produção animal. Proporcionar a esses animais de corte uma vida com manejo adequado trará resultados na qualidade do produto e econômicos.”

O ciclo de palestras foi organizado pela Secretaria de Mobilidade Social, do Produtor Rural e Cooperativismo do Mapa, com objetivo de promover as ações para o enfrentamento das mudanças climáticas por meio da produção agropecuária sustentável.

Fonte MAPA

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicadoEstes campos são obrigatórios *

*

x

Checar também

cafe rama vermelha

Café capixaba é eleito o melhor do Brasil pela Abic

O microlote do produtor José Alexandre Abreu de Lacerda recebeu a maior pontuação no júri ...

fazenda-sustentavel-vencedores-2016

Fazenda de Mato Grosso do Sul é a campeã da sustentabilidade

A Modelo II adotou integração lavoura-pecuária-floresta e foi a vencedora do prêmio Fazenda Sustentável 2016, ...