CLASSIFICADOS
Página Inicial » Artigos » Conheça os trunfos do Brahman que fazem da raça continuar crescendo no Brasil
Curso de gestão de pastagens, planejamento e manejo da teoria à prática, aprenda o método PDCA
brahman garrotes

Conheça os trunfos do Brahman que fazem da raça continuar crescendo no Brasil

Heterose facilitada e excelente performance produtiva e reprodutiva a campo fazem do Brahman uma das opções zebuínas que mais vem ganhando adeptos no mercado nacional.

Num momento em que a pecuária nacional atravessa um momento difícil, encontrar um animal que seja interessante economicamente e que possa produzir uma carne de qualidade em pouco tempo, é o maior desafio que se apresenta para os pecuaristas que pretendem dar seqüência em projetos de pecuária em mercados cada vez mais exigentes e competitivos. Pensando nisso, criadores de todo o Brasil vêm apostando no Brahman, uma raça relativamente nova no Brasil, introduzida há apenas onze anos, mas que eles garantem que os resultados obtidos com ela, até agora, têm sido bastante satisfatórios.

Já Ovídio Miranda de Brito Filho, da Cia Comercial OMB, diz que o Brahman, desde 1994, vem crescendo ano a ano e se diz surpreendido com a valorização da raça no país. Ele destaca que o diferencial da raça está ligado ao fato de ela possuir uma heterose facilitada. “Atualmente, estamos fazendo o Brahman por absorção, esses animais no cruzamento industrial fazem com que os pecuaristas consigam obter um peso maior nos produtos cruzados, na comparação com os resultados obtidos a partir do cruzamento Nelore x Nelore. Além disso, o pecuarista diz que o Brahman tem a vantagem de enxerta a campo, e nós, produtores, precisamos disso. As raças taurinas dão um choque de sangue muito grande, mas a gente precisa depender de inseminação artificial, o que quebra qualquer fazendeiro, ainda mais com o preço da arroba baixo do jeito que está”, alerta. “Temos que facilitar e melhorar os nossos índices de fertilidade e isso, só é possível com o touro e é exatamente aí onde o Brahman entra como ator, tendo um papel fundamental dentro do cenário nacional”, conclui.

Para Daniel Dias, do Rancho Brahman, a raça veio somar com as outras tantas raças zebuínas, contribuindo na pecuária brasileira de uma maneira eficiente. Criador no estado do Pará, ele conta que a implementação dessa genética em sua região foi fundamental para o melhoramento de seu rebanho. “Depois de realizar muitas tentativas jogando gado europeu em cima da nossa base zebu, observei diversos problemas com parasitas e outros problemas que encareciam muito o manejo, fomos atrás de uma raça zebuína que pudesse agregar todas as vantagens do gado europeu, mas sem as coisas ruins que o mesmo apresentava. Nesse sentido, o Brahman foi a melhor opção que encontramos”, declarou Dias.

Red Brahman

Red Brahman

Através dos trabalhos técnicos realizados pelos criatórios e pela Associação Brasileira de Criadores de Brahman, a raça reserva para 2005 diversos trabalhos para seu melhoramento genético, como explica Claúdio Magnabosco, pesquisador da Embrapa Cerrados e Conselheiro técnico da OMB. “Já podemos contar com ações da ABCZ, Embrapa, da própria ABCB, da USP e de criatórios isolados. Todos esses agentes desenvolvem programas de melhoria genética da raça com bastante êxito, com resultados excelentes nos testes de desempenhos de touros jovens e nas avaliações de carcaças, entre outros projetos. O Brahman tem um futuro extremamente promissor e acredito que até o final deste ano iremos divulgar coisas interessantes com resultados que irão animar ainda mais os criadores da raça”, disse o pesquisador.

Com relação à participação do Brahman no cruzamento industrial, Magnabosco diz que, a raça é uma excelente opção para se conseguir um composto precoce e pesado, com alimentação a pasto. “Ele consegue correr a vacada, não requer maiores cuidados em termos de manejo e adaptabilidade e promove altos níveis de produção nos cruzamentos”. Além disso, o pesquisador afirma que são vários os mercados para a venda de produtos Brahman. “A raça está entrando pesado na venda de touros para vacada nelore, onde ele entra para melhorar alguns pontos dessa raça. Além disso, no cruzamento industrial e na produção de tri-cross para produzir carne a genética Brahman está sendo bem utilizada. Na verdade, não há um mercado só, são vários segmentos de mercado onde o Brahman é competitivo para a produção de carne com qualidade”, concluiu Magnabosco.

Plenamente adaptada aos trópicos, a raça dispõe de características como grande capacidade de habilidade materna, boa reprodução, temperamento bastante dócil e grande velocidade de ganho de peso para terminação. Com entusiasmo, Pedro Antônio Sobrinho, da Brahman Beer, ressaltou que além da raça ser zebu, o que predomina na pecuária tropical, o Brahman é zebuíno mais precoce existente no país. “E assim como temos o melhor Nelore do mundo, o melhor Gir e Guzerá, certamente teremos em um curtíssimo espaço de tempo o melhor Brahman do mundo também. O Brasil tem potencial e tecnologia para isso”.

miss_beer_poi_49

Miss Beer POI 49

Propretário da grande campeã 2004 da raça, Miss Beer POI 49, Alexandre Ferreira, da Brahman Vitória, conta que seu trabalho junto à raça começou há, aproximadamente, cinco anos, quando ele começou a inseminar o gado comercial de sua propriedade, em Brasilândia (MT), com o Brahman. “Começamos a comparar os resultados obtidos e verificamos que nossos bezerros estavam desmamando com 240/250 kg, em cruzamentos com vacas 1/2 sangue angus, e 220/230 kg em cima de vacas Nelore, com esses resultados, optamos pelo Brahman e como não havia, até então, touros disponíveis no mercado para podermos comprar e trabalhar em larga escala, optamos por tentar fazer nossos próprios touros”, resumiu.

Fonte revistarural.com.br

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicadoEstes campos são obrigatórios *

*

x

Checar também

Foto: Fazenda Bergamini

Vermífugos na hora certa pode gerar ganhos de R$ 40 por cabeça

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita (Unesp) levantou um dado ...

bezerros nelore

Fazenda no Mato Grosso faz a desmama aos 100 dias de idade

O Nortão do MT exibia-se para Pedro e eu, agradecendo a chuva que acabara de ...