CLASSIFICADOS
Página Inicial » Notícias » Saiba como proteger o rebanho da Doença de Aujeszky
Curso de gestão de pastagens, planejamento e manejo da teoria à prática, aprenda o método PDCA
Doença de Aujeszky

Saiba como proteger o rebanho da Doença de Aujeszky

O que é a Doença de Aujeszky?

É uma doença infecto-contagiosa causada por um herpesvírus. O suíno é o hospedeiro natural do vírus, porém outras espécies como os bovinos, ovinos, caprinos, caninos e felinos podem ser infectados.

Como se manifesta?

  • Nos suínos pode provocar febre, depressão, sintomas nervosos, respiratórios e reprodutivos. Na maternidade apresentam sintomas nervosos e alta mortalidade de leitões. Na fase de crescimento-terminação sintomas clínicos respiratórios;
  • As porcas podem abortar, aumentam as repetições de cio, as mortes fetais e o nascimento de leitões fracos;
  • A doença de Aujeszky pode atacar os suínos sem apresentar sintomas. É a chamada forma latente que passa despercebida pelos produtores e técnicos. Se comercializados ou distribuídos para outros rebanhos podem transmitir a doença.

Como ela chega à granja?

  • Na maioria das vezes o vírus da doença de Aujeszky chega ao rebanho com a compra de animais de granjas contaminadas;

Como o vírus é transmitido entre os animais?

  • O vírus possui vários hospedeiros, porém os suínos e javalis são os hospedeiros naturais do vírus da Doença de Aujeszky ;
  • A transmissão é realizada pelo contato direto de um suíno contaminado com o vírus para outro suíno suscetível ;
  • Ocorre também pela ingestão de alimentos e água contaminados, pela placenta e pelo sêmen durante a cobertura ou inseminação artificial ;
  • Outras formas de introdução do vírus no rebanho suíno são: a falta de controle das entradas de pessoas e de veículos e insetos moscas que tenham acesso à granjas contaminadas.

Como proteger o rebanho suíno da Doença de Aujeszky?

  • Comprar suínos de reposição somente de granjas certificadas (GRSC) ;
  • Não introduzir no rebanho suínos de origem desconhecida e sem exame laboratorial exame negativo para a Doença de Aujeszky ;
  • Use um carregador/descarregador de suínos, situado a 10 metros da cerca limítrofe da granja, para recebimento e venda de suínos ;

 

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicadoEstes campos são obrigatórios *

*

x

Checar também

Se for levado em conta o cenário do ano passado, somente 41% das propriedades rurais leiteiras do país produzirão a bebida dentro dos padrões legais determinados pelo Ministério da Agricultura, conforme aponta um estudo da Clínica do Leite/Esalq-USP. Foto: Divulgação

Preço do leite ao produtor recuou 11,7% em novembro

O preço médio do leite recebido pelo produtor recuou 11,7% em novembro, na comparação com ...

bezerrada curiosa

A hora certa de usar os vermífugos no gado

O sucesso da produção na pecuária bovina depende, entre outras coisas, de um bom manejo ...