CLASSIFICADOS
Página Inicial » Artigos » Pesagem com fita métrica pode ser eficaz, saiba como proceder para garantir melhores resultados
Curso de gestão de pastagens, planejamento e manejo da teoria à prática, aprenda o método PDCA
pesar animal com fita

Pesagem com fita métrica pode ser eficaz, saiba como proceder para garantir melhores resultados

Temos um artigo no site: Tá sem balança? Método de pesar com fita métrica pode ajudar a saber o peso aproximado do animal

Depois que publicamos várias pessoas nos perguntaram sobre a exatidão deste método e se funciona para todas as idades, então resolvemos perguntar à um especialista que nos ajudou a entender. Conversamos com Thiago Pereira, Zootecnista formado na Universidade Federal de Viçosa, Pós Graduado em Gestão de Projetos pela UNIUBE que nos ajudou a entender como funciona o processo e no final do artigo forneceu uma planilha para ajudar à fazer o cálculo, vamos lá?

Muitas vezes nos deparamos com um grande desafio no campo: como mensurar o peso dos animais? É de conhecimento da maioria que nem sempre existe balança nas propriedades, já que essa requer um alto investimento (em torno de R$ 12.000,00 à R$ 20.000,00 um equipamento). Além disso, em pequenas/médias propriedades é inviável tal investimento.

Porém, mensurar o peso dos animais é de suma importância para auxiliar no controle de rendimento, ganho de peso, avaliar desempenho da dieta, gerar indicies zootécnicos, dentre outros. Então vamos abordar algumas técnicas:

  1. Pode ser realizada por meio de equipamentos completos, as balanças. Esse procedimento é o mais indicado e mais exato.
  2. A inspeção à Vista (Olhômetro), necessário muita prática, porém pode gerar lucro ou prejuízo.
  3. Realizada por meio da utilização de Fita Métrica, utilizando as medidas corporais para estimar o peso. Pode ser utilizada fitas de costureira.

Hoje, iremos demonstrar como realizar utilização da fita métrica para calcular o peso dos animais. Sendo assim, existem duas formulas que são mais utilizadas:

formula de quetlet

P = peso vivo (kg); C = Perímetro Torácico, atrás da espádua (m); L = comprimento do corpo da ponta da espádua à ponta da nádega (m); 87,5 = coeficiente.

formula de Mathiewitch

P = peso vivo (kg); T = Perímetro Torácico, atrás da espádua (m); V = circunferência da região do ventre (m); C = comprimento do corpo (externo – íleo – isquial) (m);

62 = coeficiente para animais adultos.

65 = coeficiente para animais jovens.

Exemplo: Um garrote com 1,85 m de perímetro torácico(T); 2,35 m de perímetro de ventre (V); 1,97 m de comprimento do corpo (C).

Substituindo na formula acima, temos:

conta com as formulas

Abaixo disponibilizaremos uma planilha para ajudá-lo com as contas

Este animal, pela raça, oferece um rendimento na matança de 58% de carne limpa, então teremos: 538,63 x 0,58 = 312,40 kg de carne limpa ou 20,82 arrobas.

No artigo publicado anteriormente (Tá sem balança? Método de pesar com fita métrica pode ajudar a saber o peso aproximado do animal) foi sugerida outra forma mais rápida e prática de se fazer o cálculo do peso:

“Mede-se a perímetro torácico do animal, ou seja, o “suvaco” da frente. A fita é colocada em torno do peito e a medida é feita. Com a medida feita multiplica-se o valor da medida da fita por 2,8 e o resultado dessa conta é o peso do animal em quilogramas.

Exemplo: Uma vaca que tem 220 centímetro de “suvaco”, perímetro torácico, terá 616 kg. A conta fica 220 cm x 2,8 kg/cm = 616 kg”

Porém, este método encontra algumas barreiras que tendem a ser corrigidas pelos outros dois métodos sugeridos neste artigo. Quando se utiliza esse método, estamos generalizando:

  • Deposição de musculo e gordura não iguais em toda a idade do animal.
  • A raça do animal tem grande influência quanto a sua deposição de musculo e gordura.
  • Sexo do animal também possui influência determinante do desenvolvimento do animal.
  • A altura e comprimento do animal também possui papel fundamental.

Se compararmos raças de grande porte com raças de baixo porte, vamos ter uma diferença muito grande quanto a sua formação e com isso poderíamos estar sub/superestimando o peso dos animais se adotarmos este método. Além disso, esse método foi desenvolvido e comprovado fora do Brasil, o que pode gerar erros quando utilizado nos animais com características próprias da nossa região.

Alguns pontos importantes quando for realizar a medida dos animais:

  • O animal deve estar apoiado nas quatro patas.
  • A superfície deve ser plana.
  • A fita não pode estar dobrada/torcida e nem deve ser apertada no corpo do animal, ela não deve também ficar muito frouxa.
  • Recomenda que a medida seja feita sempre pela mesma pessoa, já que este já “calibrou” a mão para realizar a medida.
excel logo

Download da planilha

Portanto, medir o peso do seu gado não é mais um problema a ser discutido e sim a ser solucionado. Para isso, estamos disponibilizando uma planilha simples, no excel, onde será necessário apenas as medidas do animal obtidas no campo para que ela te informe o peso do seu animal. A ferramenta está com as duas formulas sugeridas neste artigo.

Obs.: Para quem utiliza a fita métrica em gado de leite, entre em contato por e-mail que envio uma tabela já com as conversões para facilitar o trabalho. Uma folha simples que pode ser carregado no bolso.

Lembre-se: “Quem não mede, não gerencia. Quem não gerência, não melhora”. (Joseph M. Juran)

Thiago Rodrigues Pereira
Montes Claros – MG
(38) 9899-8928
[email protected]

fita metrica

FITA PARA CÁLCULO DE PESO DO ANIMAL

Um comentário

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicadoEstes campos são obrigatórios *

*

x

Checar também

gado senepol no cocho

Diferentes vermífugos bovinos: abamectina, doramectina e ivermectina

O gerente de endectocidas da Unidade Bovinos da Pfizer Saúde Animal, Miguel Domingues Júnior, afirma ...

Foto: Fazenda Bergamini

Vermífugos na hora certa pode gerar ganhos de R$ 40 por cabeça

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita (Unesp) levantou um dado ...