CLASSIFICADOS
Página Inicial » Notícias » Resumo da Megaleite 2016, recorde de leite e faturamento, foram mais de 4 milhões negociados
Curso de gestão de pastagens, planejamento e manejo da teoria à prática, aprenda o método PDCA
megaleite julgamento de animais

Resumo da Megaleite 2016, recorde de leite e faturamento, foram mais de 4 milhões negociados

Em sua primeira edição na capital mineira, a Megaleite 2016 registrou um faturamento de R$4.121.380,00 com a venda de animais em 8 leilões e 2 shoppings. O volume negociado é 127% maior que o registrado em 2015, quando os quatro leilões geraram R$1.818.020,00. O Leilão Noite do Girolando Edição Especial movimentou R$ 306.540,00 com a venda de 54 lotes. O Leilão Noite das Campeãs faturou R$223.470,00 com 41 lotes vendidos. O 1º Grande Leilão Girolando Basa Pantanal leiloou 56 lotes por R$ 423.000,00. O Leilão Exclusivo Girolando 5/8 e PS negociou 36 lotes por R$174.600,00. O Leilão Gir Leiteiro Fazenda Brasília 55 Anos ofertou 24 lotes, faturando R$1.028.450,00. O Leilão Úbere Cheio movimentou R$273.300,00 com a venda de 32 lotes. O Leilão Divas do Girolando teve a venda de 40 lotes pelo montante de R$677.100,00. O 2ª Leilão Grupo SV e Convidados Especiais faturou R$514.920,00 com a negociação de 43 lotes.

O Shopping Genética do Futuro

Fazenda Barreiro Alto negociou durante toda a Megaleite animais Girolando e Holandês, contabilizando R$350 mil em vendas. O Shopping Virtual Genética RBB comercializou R$150 mil com a venda de animais Girolando. Além disso, foram realizadas vendas diretas de animais, de material genético e de diversos produtos pecuários pelos expositores e 80 empresas presentes na Megaleite, cujos valores ainda estão sendo contabilizados, mas, que no momento, pelas informações preliminares já ultrapassam R$10 milhões.

Outros recordes da feira foram em relação ao número de animais inscritos da raça Girolando, de produção de leite em concurso leiteiro e de público. Passaram pelo Parque da Gameleira, em Belo Horizonte, 75 mil pessoas entre os dias 21 a 26 de junho. A abertura oficial do evento contou com a presença do governador de Minas Gerais Fernando Pimentel, que anunciou o início do projeto de revitalização do Parque da Gameleira. Serão destinados R$5 milhões para a reforma do recinto a partir deste ano. “Na Megaleite estamos celebrando o processo de revitalização e recuperação do Parque da Gameleira. Não vamos abrir mão desse equipamento que é um símbolo essencial para o agronegócio de Minas; vamos recuperar os pavilhões, refazer a parte elétrica, abastecimento de água. Tenho uma relação afetiva muito grande com o parque. Quando criança gostava de vir aqui passear e acompanhar as exposições”, disse Pimentel, que também anunciou a criação do Fundo Sanitário Privado, relativo ao combate à febre aftosa. Minas Gerais completa 20 anos sem registrar a doença.

Competições

Raça Girolando

Várias raças competiram na pista da Megaleite, que reuniu no total 1.400 animais de mais de 240 expositores. A 27ª Exposição Nacional de Girolando contou com 781 animais inscritos, novo recorde de participação da raça, e encerrou o Ranking 2015/2016 da raça. A premiação dos melhores da Megaleite e do Ranking aconteceu no último dia da feira. No Torneio Leiteiro, com 24 fêmeas participantes, houve a quebra de 4 recordes. A vaca Capitu FIV Agro SD conquistou o título de Grande Campeã ao atingir uma produção de 270,540 kg/leite em 9 ordenhas e média de 90,180 kg/leite. Com esse desempenho, ela passa a ser a nova recordista (entre as vacas 5/8) de todas as edições da exposição. O animal pertence ao expositor João Domingos Gomes dos Santos, de Luiziânia (GO). Entre as fêmeas 1/4, a recordista é a vaca Liberdade FIV Teatro, do mesmo expositor. Ela produziu 150,700 kg/leite. A recordista entre as fêmeas 1/2 é a novilha Solar do Engenho Bélgica, do expositor Thiago Viana Nogueira, de Sete Lagoas (MG). Além de ser recordista da Megaleite, ela é recordista nacional.

Raça Gir Leiteiro

A raça Gir Leiteiro realizou durante a Megaleite sua 8ª Exposição Internacional e contou com 358 animais inscritos. A vaca Doris FIV Alambari sagrou-se grande campeã Gir Leiteiro da Megaleite 2016. De propriedade da expositora Herica Cristina F Diniz Gonçalves, Doris produziu 222,750 kg/leite e teve média de 74,250 kg/leite. A grande campeã de pista foi Casuarina FIV CAL, do expositor Winston Frederico A. Drumond, e o grande campeão foi Expoente TE de Brasília, do expositor Fazenda Brasília Agropecuária.

Raça Holandesa

A raça Holandesa teve 152 animais inscritos para a 25ª Exposição de Gado Holandês de Minas Gerais – Exphomig 2016, que ocorreu dentro da programação da Megaleite. Já a 32ª Exposição Nacional da Raça Pardo-Suíça teve julgamento 64 animais. Também aconteceu a Mostra Especial da Raça Jersey com 45 exemplares.

Acordo internacional

Mais dois países da América Latina firmaram convênio de cooperação técnico-científico com a Associação Brasileira dos Criadores de Girolando para transferência de tecnologia na área de melhoramento genético e de registro genealógico. Associações de criadores de Honduras e Costa Rica receberão a assistência técnica da entidade brasileira para que possam registrar animais Girolando em seus respectivos países.

A oficialização da parceria aconteceu no dia 25 de junho na Megaleite 2016.

Segundo o presidente da Associação de Criadores da Raça Holandesa da Costa Rica, Jaime Harrington, o convênio permitirá que os criadores de Girolando tenham um certificado de garantia de que produzem animais da raça com procedência comprovada. “Na Costa Rica, qualquer animal oriundo da cruza com Holandês é considerado um cruzamento único. Agora, com o registro genealógico do Girolando, o criador terá como comprovar que está selecionando a raça Girolando e não um cruzamento sem procedência”, destaca Harrington. A Costa Rica é autossuficiente em leite e está ampliando seus rebanhos para aumentar o volume exportado para países da América Central. “Como a pecuária está expandindo para regiões de clima mais tropical, a raça Girolando é ideal para esse projeto.”, assegura o presidente. Técnicos da Girolando irão à Costa Rica neste segundo semestre para avaliar a demanda por registro no país e farão o controle dos rebanhos.

Honduras é um país com economia baseada no agronegócio e, assim como a Costa Rica, tem rebanhos cruzados e pretende aumentar os rebanhos registrados de Girolando. Assinaram o documento pela associação hondurenha os criadores Roberto Moncada e José Moncada.

As comitivas estrangeiras de 13 países que participaram da feira reuniram-se no dia 24 para debater quais as necessidades de cada país em relação à raça Girolando. A Guatemala deve abrir o mercado para o Brasil em breve e recebeu semana passada do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento uma proposta brasileira de certificados veterinários para sêmen e embriões. O vice-ministro de Desenvolvimento Econômico Rural da Guatemala, Felipe Orellana Mejia, participou da reunião na Megaleite e confirmou o interesse de seu país pelas raças leiteiras selecionadas no Brasil.
Sumários de Touros e Vacas – A edição 2016 dos dois sumários foi lançada na Megaleite e traz avalição genética de mais de mil animais. No caso do Sumário de Touros, a publicação apresenta touros provados em 12 grupos do Teste de Progênie, sendo que este ano foram incluídos 12 novos reprodutores. Outra novidade é a genotipagem para A2. Já o Sumário de Vacas traz as top 1000 da raça Girolando de maiores valores genéticos para a produção de leite, ordenadas em valores decrescentes. Os Sumários são realizados por meio de parceria entre o PMGG (Programa de Melhoramento Genético da Raça Girolando) e a Embrapa Gado de Leite.

Projetos educacionais

Mais de 3 mil crianças passaram pela Megaleite para conhecer a mini fazenda e mini usina do leite, um espaço didático e interativo montado no interior do Parque da Gameleira. Foram recebidos alunos de escolas públicas e particulares, com idade entre 6 e 14 anos, em visitas monitoradas pela empresa AgroTour. Já o Clubinho Girolando recebeu filhos de produtores e de profissionais do setor para aprender como cuidar dos animais, com o intuito de formar sucessores no campo.

PIS/COFINS e segurança no campo

O uso de créditos de PIS/COFINS foi tema de reunião realizada no dia 23 de junho, na Megaleite 2016. O encontro teve a participação de representantes de diversas centrais de inseminação e indústrias de laticínios, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Girolando e SILEMG (Sindicato da Indústria de Laticínios de Minas Gerais). A reunião foi conduzida pelo fiscal agropecuário federal do MAPA e conselheiro técnico da Girolando João Carlos Vianna. O objetivo principal foi discutir a realização de projetos de investimento em melhoramento genético, através de recursos do projeto Leite Saudável, do MAPA, com uso de créditos de PIS/COFINS, com a colaboração e apoio das centrais de inseminação e de indústrias lácteas.

Já a segurança pública foi tema da audiência pública realizada pelos deputados da Comissão de Agropecuária e Agroindústria da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Também foram abordados temas como valorização da pecuária leiteira, preço do leite, dentre outros assuntos. A audiência foi finalizada com a entrega de três veículos ao Fundo de Investimento do Teste de Progênie da raça Girolando. Os carros adquiridos com recursos provenientes de emendas parlamentares dos deputados Fabiano Tolentino, Antônio Carlos Arantes e Nozinho e serão utilizados para entrega gratuita de doses de sêmen de touros Girolando a criadores de todo o Brasil.

Concurso Queijo Minas Artesanal

Pelo segundo ano consecutivo, a Megaleite sediou a disputa pelo melhor queijo de Minas. A vencedora foi a produtora Lúcia Maria Resende, do município de Tiradentes, da região de Campo das Vertentes.  Foram escolhidos os cinco melhores queijos de Minas Gerais, entre 27 concorrentes do 9º do Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal. O concurso foi promovido pela EMATER-MG, em parceria com a Secretaria de Estado de Agricultura e com a Associação Brasileira dos Criadores de Girolando.

Homenagens

Várias entidades foram homenageadas durante a Megaleite 2016 pela contribuição ao crescimento da raça Girolando que completa 20 anos em 2016, que são elas: Assembleia Legislativa de Minas Gerais, EMATER, Governo de Minas, Instituto Mineiro de Agropecuária – IMA, Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro – ABCGIL, FAEMG, CNA, Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de Minas Gerais – IFTM, EPAMIG. Já os homenageados com o Mérito Girolando foram o secretário João Cruz, o presidente da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) Márcio Lopes de Freitas, os criadores Eire Ênio de Freitas, Daniella Martins da Silva, José Márcio Bellini Alvim e Aurora Trefzger Cinato Real.

Um comentário

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicadoEstes campos são obrigatórios *

*

x

Checar também

cafe rama vermelha

Café capixaba é eleito o melhor do Brasil pela Abic

O microlote do produtor José Alexandre Abreu de Lacerda recebeu a maior pontuação no júri ...

fazenda-sustentavel-vencedores-2016

Fazenda de Mato Grosso do Sul é a campeã da sustentabilidade

A Modelo II adotou integração lavoura-pecuária-floresta e foi a vencedora do prêmio Fazenda Sustentável 2016, ...