CLASSIFICADOS
Página Inicial » Notícias » Show da Carcaça fatura quase R$ 5 milhões e paga mais de R$ 300 mil em bônus aos seus associados
Curso de gestão de pastagens, planejamento e manejo da teoria à prática, aprenda o método PDCA
show de carcaca 2

Show da Carcaça fatura quase R$ 5 milhões e paga mais de R$ 300 mil em bônus aos seus associados

A 7ª edição do Show da Carcaça, evento promovido pela Associação Sul-Mato-Grossense de Produtores de Novilho Precoce (ASPNP), faturou R$ 4.742.813,72 com o abate de 1.772 animais, 1.041 machos com rendimento médio de 53%, e 731 fêmeas, com rendimento médio de 51%. O peso médio das novilhas foi de 16 arrobas, com 53% de J0 (até 20 meses) e 34% de J2 (até 24 meses), e dos machos foi de 19,2 arrobas, com 42% de J0 e 38% de J2.

Ao todo, 54 associados participaram do evento com 64 lotes inscritos. O bônus médio pago por arroba nos machos foi R$ 8,62, e nas novilhas, R$ 12,17, resultando num plus total de R$ 314 mil reais. “Em 2015 o Show da Carcaça abateu 2 mil animais e pagou R$ 271,5 mil em plus aos 54 associados que participaram. Neste ano, com 300 animais a menos, foram pagos cerca de R$ 40 mil a mais em bônus, o que ilustra um desempenho superior no quesito qualidade, objetivo principal da Novilho Precoce MS”, resume o presidente da Associação, Carlos Furlan.

O evento de premiação aconteceu no dia 18 de abril, na sede do Sistema Famasul, em Campo Grande. Confira o nome dos vencedores:

CATEGORIA MACHOS
1º Ronaldo Mateus Mazetto
2º Eraldo Saldanha Moreira Neto
3º Jussara Gomes Negrão
4º Agropecuária Tarumã
5º Elinaldo Ferreira Paniago

CATEGORIA FÊMEAS
1º Geraldo Aparecido Paleari
2º Lineu Pereira de Oliveira
3º Jorge Luis Pereira do Amaral
4º Levy Dias
5º Delano Huber

Os 10 vencedores terão a oportunidade de fazer uma viagem técnica ao Uruguai no segundo semestre de 2016, com visitas a fazendas, frigoríficos, instituições voltadas ao agronegócio, redes de supermercados e lojas de carnes.

Fonte novilhoms.com.br

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicadoEstes campos são obrigatórios *

*

x

Checar também

Se for levado em conta o cenário do ano passado, somente 41% das propriedades rurais leiteiras do país produzirão a bebida dentro dos padrões legais determinados pelo Ministério da Agricultura, conforme aponta um estudo da Clínica do Leite/Esalq-USP. Foto: Divulgação

Preço do leite ao produtor recuou 11,7% em novembro

O preço médio do leite recebido pelo produtor recuou 11,7% em novembro, na comparação com ...

bezerrada curiosa

A hora certa de usar os vermífugos no gado

O sucesso da produção na pecuária bovina depende, entre outras coisas, de um bom manejo ...