CLASSIFICADOS
Página Inicial » Artigos » Verrugas ou figueira saiba que doença é essa que ataca e desvaloriza o gado e qual o melhor tratamento
Curso de gestão de pastagens, planejamento e manejo da teoria à prática, aprenda o método PDCA
gado com ferruga bezerros

Verrugas ou figueira saiba que doença é essa que ataca e desvaloriza o gado e qual o melhor tratamento

Definição:

Fiqueiras, verruga plantar, verruga periungual, verruga subungual, verruca, verrucae planae, verrugas filiformes, verruga.

Verrugas são pequenos crescimentos na pele, que geralmente não são dolorosos. Causadas por vírus, as verrugas quase sempre são inofensivas e podem desaparecer sozinhas. Elas podem surgir em qualquer parte do corpo e podem ser de diversos tipos também.

Verrugas podem variar muito de tamanho e formato de uma para outra. A textura também tende a ser diferente, podendo apresentar desde superfícies lisas até mais rugosas.

Os papilomas, inicialmente, são tumores benignos que podem evoluir para tumores malignos, classificados como:

Escamosos: ocorre na pele ou qualquer parte do corpo, acometem principalmente a cabeça, em especial, na região ao redor dos olhos, pescoço, ombros, podendo espalhar-se para outras regiões do corpo.

Mucosos: situam-se em mucosas e macroscopicamente apresentam-se como nódulos encapsulados e circunscritos.

Planos: geram o engrossamento da epiderme com forte queratinização das camadas superficiais, surgindo como leves nodulações arredondadas na superfície epitelial.

Pedunculares: sua ocorrência é comum nos tetos e úbere. Seu tratamento é complicado e as verrugas causam dor durante a ordenha. Sua coloração varia de branco acinzentado ao preto e cinza

A transmissão da forma cutânea se dá por meio de contato direto entre um animal infectado e um sadio ou por meio do contato indireto através de cercas, bebedouros, fômites e ectoparasitas.

Os vírus da papilomatose bovina estão divididos em dois grupos distintos quanto a sua patogenia:

Subgrupo A (fibropapilomas)

Estágio 1: há a proliferação dos fibroblastos epiteliais.

Estágio 2: ocorre uma hiperplasia difusa e acometimento da camada celular primordial. Ocorre também proliferação da camada basal do epitélio e penetração de tecido fibromatoso.

Estágio 3: neste período ocorre o papiloma verdadeiro; há a presença dequeratinócitos dando origem a massas que possuem um núcleo central de tecido conectivo.

Estágio 4: ocorre a regressão do tumor, pois há o ataque de linfócitos e macrófagos, primeiramente ao fibroma e, em seguida, a porção papilomatosa do tumor.

Subgrupo B (papilomas escamosos)

Estágio 1: após 4 semanas da invasão do organismo pelo vírus, surge a placa formada por tubos de queratinócitos, que darão origem a massa do futuro papiloma.

Estágio 2: é formado por massas epiteliais que contêm grandes quantidades de DNA viral, em replicação nas áreas queratinizadas.

Estágio 3: aproximadamente 8 meses após, a formação tumoral chega a esse estágio, que histologicamente se assemelha ao estágio anterior e não agüenta a produção viral por muito tempo.

Estágio 4: este é o último estágio da formação tumoral, de regressão. Quando há a evolução para uma neoplasia maligna, não encontra-se mais o vírus.

Tratamento

verruclinExistem diversos tipos de tratamentos, dentre eles está o cirúrgico, através da retirada de algumas verrugas para estimular o sistema imune humoral, levando à queda das outras alterações de mesma natureza. Outra opção é a vacina autógena, sendo que esta possui caráter curativo e o tratamento preventivo com este produto deve ser evitado. No procedimento de autohemoterapia, retira-se 10 mL de sangue venoso aplicando-o imediatamente por via intramuscular, resultando em um estímulo imunológico inespecífico que pode causar a queda das verrugas. Existe também um produto químico, na forma de pasta, que mata o vírus, fazendo com que as verrugas sequem.

A prevenção e o controle desta afecção são realizados através de cuidados tomados durante a aquisição de novos animais, isolando-os do restante do rebanho, assim como a realização de medidas como: esterilização de materiais cirúrgicos, seringas, agulhas e controle ectoparasitas. Caso haja animais doentes, estes devem ser manejados por último.

Entretanto, embora existam no mercado de produtos veterinários várias chamadas Vacinas contra Figueira, seu melhor resultado terapêutico ainda é quando essa Vacina for preparada por verrugas extraídas do próprio animal enfermo , chamando-se nesse caso de AUTOVACINA .

Esse procedimento consiste em enuclear algumas verrugas do próprio animal a que se destine a vacina, as quais são trituradas e emulsionadas em solução salina fisiológica, na proporção de cinco ml do produto final para cada grama de material verrugoso triturado. Junta-se em seguida a emulsão anterior, uma solução de formol inferior a 0,4 % em volume, e em seguida é esse produto conservado em estufa durante 24 horas pelo menos, sob agitação freqüente várias vezes nesse período.

Por Delf Ribeiro

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicadoEstes campos são obrigatórios *

*

x

Checar também

Foto: Fazenda Bergamini

Vermífugos na hora certa pode gerar ganhos de R$ 40 por cabeça

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita (Unesp) levantou um dado ...

bezerros nelore

Fazenda no Mato Grosso faz a desmama aos 100 dias de idade

O Nortão do MT exibia-se para Pedro e eu, agradecendo a chuva que acabara de ...