Manual: Galinha caipira é nova opção de negócio e renda extra

Manual: Galinha caipira é nova opção de negócio e renda extra

PARTILHAR

Qual o valor da dúzia de ovos caipira em sua região? E um frango caipira quanto custa?

As mudanças de hábitos alimentares de uma significativa parcela da população, notadamente de maior poder aquisitivo, vem ampliando a procura por alimentos cuja origem seja uma produção mais natural e a Galinha Caipira tornou-se uma ótima opção.

Esta atividade vem se constituindo com uma fonte alternativa não só para os pequenos agricultores como também para pecuaristas, pois tem um mercado garantido com venda de ovos para amigos e clientes com preços diferenciados dos preços dos ovos de granjas.

Ao final da leitura do Manual, o leitor conhecerá o planejamento das instalações de um galpão básico de produção, manejo sanitário com as principais etapas de vacinação, além do manejo geral da granja e nutricional. Consta também no Manual uma planilha de custos e investimentos para montagem de sua futura granja.

No manual terá acesso:

  • Raças de animais que vai utilizar;
  • Sistema Semi-intensivo, intensivo e extensivo;
  • Instruções de onde construir o galinheiro (importante construir com a posição correta do sol);
  • O que plantar ao lado dos galpões;
  • Reservatórios de água (cálculo de quanto uma galinha consome de água por dia);
  • Tamanho em metros quadrados do galpão levando em consideração a quantidade de galinhas;
  • Como construir os piquetes;
  • Qual grama utilizar;
  • Equipamentos necessários para produção dos animais;
  • Manejo Nutricional;
  • Manejo sanitário;
  • Vacinas;
  • Vermífugos;
  • Limpeza dos equipamentos;
  • Como escolher as galinhas poedeiras mais produtivas;
  • Recomendações ao tratador (pessoa responsável para o tratamento das aves);
  • Cuidados com os pintos;
  • O que ter na farmácia da granja;

A “velha” galinha conhecida como “pé duro ou caipira” dos terreiros, “fundo de quintal” é a galinha criada a solto, nos terreiros, exercitando-se e selecionando ao mesmo tempo o tipo de alimento. Historicamente tem um prazo maior de produção de carnes e ovos, com baixa produtividade que o da avicultura industrial, caracterizando-se como uma produção saudável.

Segundo a Associação Brasileira de Avicultura Alternativa, há várias formas de diferenciar as diversas produções de frango, a diferença é simples, como aponta a norma aplicada pela AVAL, desde 2013:

  • Frango Convencional
  • Frango criado sem o uso de antibióticos (Antibiotic Free/AF)
  • Frango Caipira, Frango Colonial, Frango Tipo ou Estilo Caipira ou Frango Tipo ou Estilo Colonial
  • Frango Orgânico

Atualmente o sistema de produção de galinhas caipiras apresenta à seguinte classificação, de acordo a sua função econômica:

  • Para produção de ovos (poedeiras).
  • Para produção de carne (corte).
  • Dupla aptidão (carne e ovos).

Caso o pecuarista tenha problemas com a mão de obra aqui vai uma dica:

Durante as minhas viagens pelo Brasil trabalhando a Farmácia na Fazenda tenho observado que os produtores pecuaristas ao criarem galinhas caipiras tem como mão de obra as esposas dos peões das fazendas.

Lembrem-se: estas senhoras tem histórico de “roça”, adquirem uma ocupação, passam a ter renda, melhoram sua dignidade, e o melhor: o trabalho nos galpões não interfere nos afazeres domésticos. Muitos casos os produtores “dão participação” na produção, lógico que cada caso é um caso. Pensem no assunto.

Confira algumas fotos de pessoas pelo Brasil que aplicaram o conteúdo do curso e hoje lucram com suas galinhas.

 

Para ter acesso ao Ebook click na imagem abaixo: