Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?

Desvalorização dos produtos avícolas reflete menor demanda interna

De acordo com colaboradores consultados pelo Cepea, as vendas de carne de frango estiveram enfraquecidas em abril.

As cotações  da maioria dos produtos avícolas acompanhados pelo Cepea registraram queda de março para abril. O movimento esteve atrelado à menor procura pela carne de frango no período.

No atacado da Grande São Paulo(SP), o frango inteiro congelados desvalorizou 2,8% de março para abril, com a média de R$6,56/kg no último mês. Para o produto resfriado, na mesma comparação, o recuo no preço foi de2%, com o quilo da carne negociado à média de R$6,59 em abril.

No mercado de cortes e miúdos, o cenário também foi de desvalorização para a maior parte dos produtos. De março para abril, a queda mais intensa, de3,4%, foi observada no preço da coxa/antecoxa congelada, que foi comercializa da a R$6,81/kg no último mês.

A coxa/antecoxa resfriada, por sua vez, foi negociada a R$6,79/kg, retração mensal de3,2%. De acordo com colaboradores consultados pelo Cepea, as vendas de carne de frango estiveram enfraquecidas em  abril. Com isso, agentes do setor acabaram reduzindo os preços para garantir o escoamento do produto e evitar formação de estoques.

Um dos fatores que pode ter reforçado a pressão sobre os valores da carne de frango foi a perda de competitividade para a carne suína, proteína que, no período, acumulou desvalorizações mais intensas do que as observadas para a de frango.

 Exportação

Em abril, as exportações brasileiras de carne de frango in natura somaram 408,3 mil toneladas, queda de 15,7% frente a março, segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior(Secex), compilados pelo Cepea. Apesar desse resultado, a média diária de embarques ao exterior atingiu o maior volume(22,7miltoneladas) de toda a série histórica, iniciada em 1997. Isso evidencia que o desempenho das exportações em abril só não foi maior devido ao menor número de dias úteis em relação ao mês anterior.

Fonte: Assessoria Cepea

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM