Dia das mães não eleva demanda e preços seguem em queda

Dia das mães não eleva demanda e preços seguem em queda

PARTILHAR
Mercado-Aves-e-suínos
Foto: Divulgação

Apesar de o Dia das Mães ser, historicamente, uma das datas que mais impulsiona a demanda por produtos suinícolas e, consequentemente, que eleva os preços médios do animal vivo e da carne, neste ano, as vendas não decolaram e as cotações continuam enfraquecidas no mercado brasileiro.

Segundo colaboradores do Cepea, a fraca demanda, tanto doméstica quanto internacional, tem dificultado o escoamento dos produtos suinícolas, afetando o desempenho do setor.

Na primeira quinzena de maio/18, a carcaça especial suína negociada na Grande São Paulo teve média de R$ 4,89/quilo, desvalorização de 25% frente ao mesmo período do ano anterior, quando o produto era negociado a R$ 6,49/kg.

Quanto ao animal vivo, também comercializado na Grande São Paulo, a média dos primeiros 15 dias deste mês foi de R$ 3,03/kg, enquanto no mesmo período do ano anterior foi de R$ 4,08/kg, 26% maior.

Fonte: Cepea

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com