Retração de compradores mantém quedas no mercado do milho

Retração de compradores mantém quedas no mercado do milho

PARTILHAR

Os preços do milho continuam em baixa em muitas praças de São Paulo, Santa Catarina e de Mato Grosso do Sul.

Em Campinas (São Paulo), região de referência para o Indicador ESALQ/BM&FBovespa, o recuo foi de 1,63% entre 23 e 29 de março, fechando a R$ 40,35/saca de 60 kg na quinta-feira, 29. No mês, porém, o Indicador ainda acumulou alta, de 2,93%.

Pesquisadores do Cepea afirmam que compradores, abastecidos para o curto prazo, estão fora do mercado e atentos ao avanço da colheita do milho verão, o que eleva a disponibilidade interna.

Produtores, por sua vez, também estão retraídos das vendas, à espera de reação nos preços.

Nesse cenário, o ritmo de negócios continua lento.

Fonte: Cepea

-- conteúdo relacionado --
Milho irrigado por gotejamento é pioneiro em MT Estação de Pesquisa da Syngenta em Lucas do Rio Verde, Mato Grosso, acaba de deslanchar como pioneira da América Latina na utilização de um inovador s...
Mercado de grãos: Baixa liquidez pressiona indicad... O mercado de milho inicia fevereiro com estoques em volume recorde e ritmo de comercialização lento. Conforme colaboradores do Cepea, produtores/vend...

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com