PARTILHAR

Fazendas de criação de baratas na China abastecem demanda por proteína e medicamentos para tratar câncer de estômago.

Baratas secas estão prontas para serem vendidas a empresas farmacêuticas de uma fazenda em Jinan, na China. Um fazendeiro diz que os insetos são fáceis de cultivar e lucrativos. Os produtores estão apostando seu futuro no inseto, que é freqüentemente temido e que, quando seco, chega a custar até US$ 40 o kilo – para uso na medicina asiática e em cosméticos. O empresário de 43 anos é o maior produtor de barata na China (e, portanto, provavelmente no mundo), com seis fazendas povoadas por cerca de 10 milhões de baratas. 

A raça preferida para este propósito é a Periplaneta americana , um inseto marrom-avermelhado que cresce a cerca de 1,6 cm de comprimento e, quando adulto, pode voar, ao contrário da barata alemã menor, mais escura e sem asas.

Confira o vídeo com a matéria

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.