Acadêmicos terão Olimpíada Brasileira de Zootecnia

Acadêmicos terão Olimpíada Brasileira de Zootecnia

PARTILHAR
Acadêmicos terão Olimpíada Brasileira de Zootecnia
Foto: Divulgação

Associação Brasileira de Zootecnia lança Olimpíada, competição terá divisão local, estadual e nacional, com as modalidades individual e equipe.

A diretoria da Associação Brasileira de Zootecnistas (ABZ) lança neste ano a Olimpíada Brasileira de Zootecnia (OBZ), uma iniciativa voltada para a comunidade acadêmica que visa incentivar o crescimento de estudos zootécnicos, permitindo aos participantes aplicarem seus conhecimentos e habilidades em meio a um espírito olímpico.

De acordo com Marinaldo Divino Ribeiro, presidente da ABZ, a Olimpíada Brasileira de Zootecnia foi aprovada recentemente pela diretoria executiva e, agora, está em fase de implantação. Sua primeira edição ocorrerá ainda em 2019.

“Será uma competição com divisão local, estadual e nacional, com as modalidades individual e equipe. Queremos descobrir jovens com talento e aptidões para o estudo da Zootecnia, estimulando a curiosidade científica e incentivando-os a se tornarem futuros zootecnistas de forma diferenciada”, explica Marinaldo.

Na OBZ, sigla que designará a competição, os acadêmicos participantes serão avaliados através de provas. Cada equipe (com até cinco membros) ou aluno participante terá, obrigatoriamente, a orientação de um professor responsável, que fará, entre outras funções, estudos preparatórios dos acadêmicos para competição.

“Esta atividade cultural e educacional irá estimular a melhoria da qualidade do ensino em Zootecnia em todo o Brasil”.

Para participar da Olimpíada, as coordenações das escolas de Zootecnia deverão assinar o termo de adesão em período pré-determinado pelo calendário de desenvolvimento das atividades da OBZ. O período de inscrição ainda está sendo definido pela Coordenação de Comitê Organizador e será divulgado nos próximos dias.

“Nosso regulamento já está pronto e será divulgado junto com a data de inscrição”, relembra Marinaldo.

Os detalhes das provas

As provas de todas as fases versarão sobre os conteúdos previstos nas Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de graduação em Zootecnia e sobre questões de atuação profissional em Zootecnia.

Nas etapas locais e estaduais, os acadêmicos participantes realizarão prova teórica, com duas horas de duração. Já na etapa nacional, a ser realizada anualmente no Congresso Brasileiro de Zootecnia (Zootec), também haverá prova teórica, com o mesmo período de tempo para realização, porém, haverá um diferencial: o desafio de ideias.

“É uma etapa de ideias inovadoras, elaboradas pelas equipes classificadas em um período de 24 horas, com tema previamente definido e divulgado pelo Comitê Organizador no início da fase nacional”, explica Marinaldo.

Todos os participantes das fases da OBZ receberão certificados de participação. O primeiro lugar da categoria individual será premiado com um celular e isenção da anuidade da ABZ por um ano. Já o primeiro coletivo lugar da categoria coletivo ganhará um computador, além, também, da isenção da anuidade da associação por um ano.

A data de divulgação da ABZ e as regras de participação na íntegra serão divulgadas nos próximos dias, no site e nos canais de comunicação da ABZ.

Via ABZ

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.