Acordo entre Mercosul e UE tem redução da oferta carne bovina

Acordo entre Mercosul e UE tem redução da oferta carne bovina

PARTILHAR
capa-exportação-mercosul-e-ue
Foto Divulgação.

No entanto, a negociação continua complexa, porque está ligada a outros produtos que ambos os blocos buscam posicionar, especialmente a Europa nesta região.

Os representantes da cadeia uruguaia de carne observam com grande expectativa que um acordo de livre comércio entre o Mercosul e a União Europeia (UE) possa ser alcançado em breve, depois que o setor desta região baixou suas reivindicações de 390 mil a 160 mil toneladas de carne bovina.

Entende-se que, para a cristalização das ofertas, a carne permaneceu para o fim, mas é claro que existem quatro ou cinco assuntos estreitamente relacionados. Por exemplo, a cota de automóveis que o Mercosul oferecerá à UE, a questão das denominações de origem e a consideração de outros produtos em negociação.

Por tudo isso, a carne não pode ser negociada isoladamente, disse uma fonte.

De acordo com a última oferta a ser instalada pelo setor privado nas negociações, as 160 mil toneladas de carne entrarão isentas de impostos, uma barreira relativamente alta nesse mercado. Atualmente, o Mercosul exporta cerca de 250 mil toneladas de carne para o mercado comunitário, pagando pela maior parte tarifas muito elevadas.

Um detalhe se levar em conta é que esta negociação não incluiria nos volumes que são tratados as cotas Hilton e 481.

Solicitação

No âmbito das atividades oficiais que as autoridades de ambos os blocos realizaram hoje em dia, o Fórum Mercosul da Carne (FMC), sob a presidência pro tempore de Daniel Belerati, decidiu lançar uma nota na sexta-feira passada solicitando que se considere os seguintes pontos: Administração da cota pelo Mercosul; volume físico do contingente tarifário de 160 mil toneladas de peso do produto; definição do produto: carne bovina refrigerada ou congelada “in natura”, posições tarifárias 0201 e 0202.

Além disso, aumentou-se um nível tarifário intra-cota: 0%; implementação do contingente em forma integral a partir do primeiro ano de execução do Contrato e aumento acumulado anual do volume físico da cota de 10%.

Fonte: El Observador, traduzida e adaptada pela Equipe BeefPoint.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com