Agricultura eleva metas de redução de gases de efeito estufa

PARTILHAR
carne carbono neutro embrapa
Foto: Fabiano Bastos

A agricultura republicou o Plano ABC+, seu objetivo é “promover a adaptação à mudança do clima e o controle das emissões de gases de efeito estufa na agropecuária brasileira”.

A política pretende alcançar 72,68 milhões de hectares com ações que visam à diminuição da vulnerabilidade e ao aumento da resiliência dos sistemas de produção agropecuários frente à mudança do clima. As técnicas incentivadas miram a conservação dos recursos naturais, o aumento da biodiversidade e a estabilidade climática dos sistemas produtivos.

Com o novo texto, a expectativa é de redução de 1.042,31 milhões de toneladas de carbono equivalente as emissões de gases de efeito estufa do setor agropecuário até 2030. Anteriormente, o potencial divulgado era de 1.110,4 milhões de MgCo2eq.

A norma publicada hoje traz as metas e compromissos específicos para as tecnologias de desenvolvimento sustentável definidos para a segunda década do plano.

Há novidades também na inclusão de duas novas atividades, a irrigação e a terminação intensiva de bovinos, como possíveis de participar do plano.

O ministério definiu como meta ampliar em 3 milhões de hectares a área do país com adoção de sistemas irrigados na produção.

O compromisso também é ampliar em 5 milhões o número de bovinos criados em terminação intensiva, o confinamento.

A Pasta também publicou as metas previstas para as técnicas que já faziam parte do plano anteriormente e foram mantidas para a segunda fase.

A intenção é ampliar em 10,1 milhões de hectares a área com adoção de sistemas de integração, como Lavoura-Pecuária-Floresta, no país até 2030. Outra meta é ampliar em 30 milhões de hectares as áreas com adoção de Práticas para Recuperação de Pastagens Degradadas.

O ministério se comprometeu em ajudar a ampliar em 12,58 milhões de hectares a área com adoção de Sistema de Plantio Direto e em quatro milhões de hectares a área com adoção de Florestas Plantadas.

Por fim, a Pasta quer ampliar em 13 milhões de hectares a área com adoção de Bioinsumos e em 208,40 milhões de metros cúbicos a adoção de Manejo de Resíduos da Produção Animal.

O objetivo do Plano ABC+ é “promover a adaptação à mudança do clima e o controle das emissões de gases de efeito estufa na agropecuária brasileira, com aumento da eficiência e resiliência dos sistemas produtivos, considerando uma gestão integrada da paisagem rural”.

Fonte: Valor Econômico.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR