PARTILHAR

O futuro do planeta passa pela agricultura, fato que multinacionais no segmento procuram alternativas de estabelecer uma relação saudável entre alimentar a humanidade e a preservação do globo.

O Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) sublinha que é cada vez mais premente no mundo a discussão sobre a necessidade de preservação do meio ambiente por meio de ações concretas que garantam a sustentabilidade dos processos produtivos.

Com esse objetivo, os países vêm se comprometendo a atingir metas de redução na emissão de gases por meio de políticas públicas que estimulem a substituição de práticas nocivas ao meio ambiente por outras que sejam sustentáveis.

É nesse contexto que se insere a promoção de uma agricultura sustentável, posto que esse setor no Brasil tem grande importância relativa.

Com base em uma resenha que analisa a evolução do consenso sobre sustentabilidade e a criação de políticas e programas que visem estimular a difusão de boas práticas nesse setor no Brasil, o constante trabalho busca contribuir para estimar o tamanho desse desafio.

Nessa linha, a Syngenta, por exemplo, usa o mote apelativo para reflexão, lembra que todos os dias há mais 200 mil pessoas para alimentar e mais terras degradadas pela erosão. Temos apenas um planeta e estamos usando seus recursos 50% mais rapidamente do que ele pode suportar.

Plano de Agricultura Sustentável, The Good Growth Plan, passou a ser parte integrante das estratégias que compreendem ambiciosos compromissos para apoiar a sustentabilidade da agricultura e o desenvolvimento das comunidades rurais.

O trabalho em parceria com outros atores – agricultores, instituições acadêmicas, ONGs, governos e diversas organizações – é fundamental para mudanças no setor.

No Brasil, centenas de fazendas das culturas de soja, milho, cana, café e hortifrúti estão sendo monitoradas com foco na segurança alimentar com visão de curto, médio e longo prazo.

O campo é a gigante indústria que mantém a vida na Terra e contribuir na manutenção do globo é uma preocupação que deve ser estendida para outros segmentos de produção, como por exemplo, os setores: petrolífero, automobilístico e têxtil.

Vale ressaltar que matéria proferida pelo BNDES aponta que há uma grande oportunidade de que o fomento à elevação do padrão produtivo dos estabelecimentos mais vulneráveis seja feito concomitantemente a um trabalho de indução de práticas agropecuárias adequadas aos preceitos da sustentabilidade.

Sustentabilidade que é um tema atrelado ao agrobusiness, empresas vinculadas ao setor estão empenhadas em ajudar os agricultores a cultivar mais alimentos com menos recursos, protegendo a natureza e melhorando a vida das pessoas nas comunidades rurais. Mais um proeminente agro exemplo ao mundo.

Agro também é saudável, portanto, vale lembrar que tem que ser visto com bons olhos, e pensar em subsídios aos agricultores.

É necessário pensar em menores custos, mais desenvolvimento, mais tecnologia e menos impostos. Temos que investir no agro e ver os agricultores como grandes empresários.

-- conteúdo relacionado --
O segredo da gestão de compra de alimentos para o ... Entrevista realizada pela Scot Consultoria com o Fábio Gonçalves de Souza, gerente executivo do grupo Vilela de Queiroz, onde ele responde questões so...
Fraudes financeiras assombram o agro brasileiro Empresas estrangeiras camufladas em artifícios para driblar o fisco nacional estão cada vez mais destemidas e inventivas Pérsio Oliveira Landim O fo...

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com