Alerta: Vacina para coronavírus animal não funciona em humanos

Alerta: Vacina para coronavírus animal não funciona em humanos

PARTILHAR
Foto Divulgação

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) informa que as vacinas registradas na pasta contra coronaviroses são exclusivamente para uso em animais.

O Ministério da Agricultura alertou nesta quarta-feira, em nota, que as vacinas registradas na Pasta para uso contra coronaviroses são “exclusivamente” para uso em animais. “Jamais devem ser utilizadas em humanos”, reforça a nota. “Ressaltamos ainda que os agentes responsáveis pelas doenças nos animais são muito diferentes do coronavírus responsável pela covid-19.”

E destaca: “Não existe segurança clínica muito menos qualquer indicação de utilização de vacinas de uso veterinário por humanos, sob risco de reações graves e efeitos colaterais severos.”

O ministério explica, ainda, que as avaliações feitas pela Pasta são voltadas às espécies-alvo dessas vacinas, como cães, bovinos e aves. Assim, o Ministério da Agricultura completa alertando: “Reafirmamos: essas vacinas são de uso veterinário exclusivo! Jamais devem ser utilizadas em humanos!”

Coronavírus de animais e de humanos: qual a diferença?

Existem muitas versões de coronavírus humano e animal em todo o mundo. Muitos cuidadores de animais provavelmente lidam com infecções por coronavírus há anos sem perceber. Os produtores de suínos e veterinários combateram o vírus da Diarreia Epidêmica Suína (PED) e o vírus da Gastroenterite Transmissível (TGE) (historicamente). Os veterinários de animais de companhia reconhecem o vírus da Peritonite Infecciosa Felina (PIF) como uma causa de doença em gatos – todos estes coronavírus.

Considerando a lista acima, deve ser aparente que a maioria dos coronavírus é adaptado à sua própria espécie. Nenhuma doença humana ou em outras espécies resultou do coronavírus bovino, PED, TGE ou FIP.

Compre Rural com informações do MAPA e Estadão Conteúdo

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com