Algodão: preços caem com temores de recessão global e fracas exportações

PARTILHAR
Os-cuidados-com-o-transporte-de-algodão
Bobina de algodão ainda na lavoura

As vendas líquidas norte-americanas de algodão (upland), referentes à temporada 2022-23, iniciada em 1o de agosto, ficaram em 30.200 fardos.

A Bolsa de Mercadorias de Nova York (ICE Futures) para o algodão fechou com preços mais baixos na quinta-feira (29). As cotações caíram no dia com temores envolvendo recessão global, num dia de aversão ao risco nos mercados financeiros.

Há preocupações de que a recessão traga efeitos negativos para o consumo de algodão. Fracas exportações semanais americanas contribuíram para as perdas.

As vendas líquidas norte-americanas de algodão (upland), referentes à temporada 2022-23, iniciada em 1o de agosto, ficaram em 30.200 fardos na semana encerrada em 22 de setembro. Para a temporada 2023-24, foram mais 41.500 fardos. As informações são do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

Contratos de algodão

Os contratos com entrega em dezembro/2022 fecharam o dia a 85,16 centavos de dólar por libra-peso, baixa de 3,33 centavos, ou de 3,8%. A posição março/2023 fechou a 82,73 centavos, desvalorização de 3,12 centavos, ou de 3,6%.

Fonte: Agência Safras

🚀 Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? ✅ 👉🏽 Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). 🚜🌱

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com