Alta no custo de produção da pecuária de corte

Alta no custo de produção da pecuária de corte

PARTILHAR
pecuaria-de-corte
Foto: Divulgação

A maior alta foi encontrada no sistema de recria e engorda, fato esse que é justificado pela altas dos insumos e o custo da reposição. Veja as análises!

Os custos de produção da pecuária de corte brasileira registraram alta no primeiro semestre de 2019, conforme indicam pesquisas do Cepea em parceria com a CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil).

De janeiro a julho, o COE (Custo Operacional Efetivo) da pecuária de corte subiu 2,12%, na “média Brasil” (que considera os estados do AC, BA, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PR, RO, RS, SP e TO).

No mesmo período de 2018, a alta havia sido de 1,58%. Ainda assim, a elevação no custo verificada na primeira metade de 2019 está abaixo da inflação (IGP-DI) do mesmo período, que foi de 4,39%.

Segundo a pesquisa do Cepea/CNA, dentre as etapas de produção da pecuária de corte, a que registrou a maior alta nos custos de produção para o período foi a recria engorda.

Fonte: Cepea

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com