Alta no preço do leite pago ao produtor deve ganhar força

Alta no preço do leite pago ao produtor deve ganhar força

PARTILHAR
Foto: Humberto Nicoline / Embrapa

A interrupção na coleta de leite no campo durante nove dias em decorrência da greve dos caminhoneiros deve impactar os preços ao produtor do país no curto prazo, de acordo com análise da Scot Consultoria.

Em maio, o produtor brasileiro recebeu, em média, R$ 1,116 pelo litro do leite entregue em abril, alta mensal de 1,7%. A pesquisa levanta os preços do leite praticados em 18 Estados.

Antes da greve, a expectativa era que o ritmo de alta arrefecesse, lembra Rafael Ribeiro, analista da Scot. Agora, a previsão é que a valorização se intensifique no curto prazo porque a greve provocou uma queda na captação nas duas últimas semanas de maio.

Dados parciais do Índice Scot de Captação de Leite mostram uma retração de 2,2% na coleta da matéria-prima no mês. Os números, contudo, ainda não consideram os efeitos totais da greve, por isso a queda deve ser maior, afirmou Ribeiro.

Segundo ele, a captação de leite deve seguir prejudicada apesar do fim da greve, uma vez que as vacas receberam menos alimento nos últimos dias e deve demorar para que voltem a produzir normalmente.

Os preços dos produtos lácteos também devem registrar alta no atacado e no varejo no curto prazo por causa dos estoques mais enxutos em decorrência da greve, disse. Há expectativa de demanda maior no varejo para reposição dos estoques.

O levantamento dos preços no varejo em maio já refletiu, em parte, a greve dos caminhoneiros. O litro do leite longa vida no varejo de São Paulo subiu R$ 0,10 em maio na comparação com abril, para R$ 3,20, em média, segundo a Scot. No atacado houve pouca variação.

A greve definitivamente mudou as expectativas de curto prazo da cadeia produtiva de leite. Pesquisa da Scot em 18 Estados do país com 158 agentes, como laticínios, cooperativas e produtores, indicou que 88% esperam alta no próximo pagamento ao produtor, 11%, estabilidade e apenas 1%, queda dos preços.

Com informações do Valor.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

1 COMENTÁRIO