ANGUS: Circuito Touro Registrado começa pelo RS

ANGUS: Circuito Touro Registrado começa pelo RS

Circuito Touro Registrado
Foto: ABA

Os eventos começam pelo Rio Grande do Sul, com duas semanas de agenda intensa promovida em parceria com os núcleos regionais e sindicatos rurais.

A Associação Brasileira de Angus dá início, neste mês de agosto, ao Circuito Touro Angus Registrado, projeto que pretende levar a diferentes regiões do país informações sobre o uso de reprodutores marcados como fator de melhoramento genético dos rebanhos.

Os eventos começam pelo Rio Grande do Sul, com duas semanas de agenda intensa promovida em parceria com os núcleos regionais e sindicatos rurais.

Segundo o presidente da Associação Brasileira de Angus, José Roberto Pires Weber, o projeto Touro Angus Registrado é uma das bandeiras da atual gestão. “Precisamos levar informação ao campo, mostrar aos criadores que usam a nossa genética como tirar o melhor proveito de seu investimento e escolher os reprodutores que trarão o objetivo almejado aos rebanhos”, frisou.

O dirigente reforça que Touro Angus Registrado é garantia de origem conhecida e descendentes igualmente superiores e dentro dos padrões da raça. “Com Touro Angus Registrado não há surpresas”, pontuou.

O Circuito Touro Angus Registrado começa no dia 8 de agosto, às 19h, com apresentação no Sindicato Rural de Rio Grande, na região Sul do Rio Grande do Sul.

Na ocasião, o gerente de Fomento da Angus, Mateus Pivato, fará uma explanação sobre as vantagens do uso desses reprodutores e dará dicas sobre os melhores cruzamentos para diferentes cenários. “Não existe uma fórmula de lucro. Cada criador precisa avaliar a sua realidade e fazer escolhas pensadas com base em dados concretos”, pontuou Pivato.

O roteiro ainda inclui palestra sobre o controle eficiente do carrapato, parasita responsável pelo maior índice de perda na pecuária brasileira. A apresentação será ministrada por Ulisses Ribeiro, técnico da Elanco Brasil, uma das empresas líderes no ataque aos parasitas. O Circuito também terá apresentações em Bagé (9/8), Livramento (10/8), Alegrete e São Francisco de Assis (15/8) e São Borja (16/8).

Porque usar Touro Angus Registrado:

  • Touro Registrado tem origem genética certa e provém de animais superiores.
  • O registro é a certeza que o reprodutor dará origem a um rebanho genuinamente Angus, produzindo descendentes que exprimam tudo aquilo que o investidor e o mercado desejam desse animal.
  • Significa que o animal passou pelo crivo do corpo técnico da Associação Brasileira de Angus.
  • Touro Registrado é sinônimo de novilhos mais valorizados, de animais carniceiros, e de um rebanho uniforme.
  • Usar Touro Angus Registrado é o caminho para maior produtividade. Os pecuaristas que alcançam os maiores escores de bonificação no programa Carne Angus Certificada são os mesmos que não abrem mão de usar o Touro Angus Registrado.
  • Um touro registrado tem condições de perpetuar sua genética no rebanho. Além de gerar filhos igualmente superiores, pode ter suas qualidades perpetuadas quando o criador retiver as fêmeas como ventres de reposição. Ou seja, o Touro Angus Registrado valoriza o plantel.
  • Touro registrado já é bom. Touro dupla marca (PP ou CACA) é melhor ainda, pois significa que ele está na faixa dos 30% superiores da sua geração.
  • Touro registrado é a garantia de que esse animal atingiu o peso e a circunferência escrotal condizentes com a idade porque ele só recebe o registro com a conferência desses dados. Peso indica capacidade de produção de carne, circunferência escrotal está relacionada à fertilidade e capacidade de cobertura.

Fonte: ABA