Apoiado nos cavalos Wesley Safadão supera momento difícil na carreira

“Eu parei de tomar Dorflex, Rivotril, eu parei de tomar um monte de coisa, porque o cavalo é o Rivotril, tem o analgésicos, tem o relaxante” – disse o cantor

Wesley Safadão revelou que a paixão pelos cavalos de vaquejada o ajudou a superar momentos difíceis. Os animais o ajudaram a melhorar a saúde mental em um momento de muita pressão na carreira. Ele estava trabalhando demais, tomando remédios controlados e cuidar de cavalos virou a válvula de escape dele. Safadão tem um cavalo que custa R$ 2 milhões. O artista contou que conseguiu parar de tomar os medicamentos após focar nos animais.

Nos bastidores da gravação do novo DVD da dupla Guilherme & Benuto, que aconteceu na noite de terça-feira (14/03), em Jaguariúna (SP), Wesley Safadão falou como a paixão pelos cavalos o ajudou a melhorar a saúde mental entre os anos de 2015 e 2017. Ele concedeu uma entrevista ao jornalista Léo Dias.

Safadão não cumpre apenas o papel de empresário endinheirado que fica apenas nos bastidores do negócio. Assim como divide as funções de cantor e agente da própria carreira na música, com os cavalos ele também se envolve. Há dois anos, o forrozeiro tem participado como atleta da vaquejadas.

“Eu entrei no [ramo] de cavalo em 2018, foi num momento que eu achei que fosse pirar da minha cabeça, sendo bem sincero, porque veio de 2015, 2016 e 2017, o tal do sucesso, o tal da procura é muita pressão, se você não tiver uma base muito forte você endoida. Quando você vê uma pessoa endoidando, falando alguma coisa por aí, a pressão psicológica é muito grande”, iniciou o cantor.

O cearense ainda elogiou a equipe de suporte do Haras WS e destacou a valorização da vida a partir das simples ações do dia a dia. “Naquele momento, eu ia para a minha fazenda e ficava ali com o pessoal que trabalha com a gente, uma turma maravilhosa, e sabe o que eles falam? Nada com nada! falam de cavalo, de alfafa, do capim, que o bicho tá assim e tal, e a gente vive num mundo que é tudo ‘zumzumzum’ [movimentado] e aquilo ali deu um refrigério na minha cabeça”, continuou.

Segundo o próprio Wesley, o cantor parou de tomar remédios após o contato com os animais. “Eu parei de tocar dorflex, Rivotril, eu parei de tomar um monte de coisa, porque o cavalo é o rivotril, tem o dorflex, tem o relaxante.” – confessou o cantor.

Safadão investe milhões em cavalos e vira campeão de vaquejada

Desde 2017, o cantor é proprietário de um haras em Fortaleza onde se dedica à criação de cavalos de raça. Wesley considera que o investimento é um hobby para ele e para a família. Mas, no entanto, aos poucos o haras também ganha característica mais profissional.

Além de disputar campeonatos de vaquejada com alguns de seus animais, o forrózeiro participa de leilões e investe alto na aquisição de cavalos para competição e reprodução.

O primeiro grande investimento de Wesley nesse circuito foi ao adquirir o campeão Don Principe Bar, em setembro do ano passado. O equino começou a ser destaque no Campeonato Portal Vaquejada. As vitórias consecutivas chamaram atenção do público, dos criadores e da mídia. E, por isso, a equipe de Wesley não mediu esforços para comprar Don.

No leilão, promovido pelo Rancho Love Horse, o animal foi arrematado pelo Rancho WS por R$ 2,2 milhões em 40 parcelas de R$56 mil. O valor, segundo os portais especializados em leilões, bateu recorde nacional da raça Quarto de Milha.

À época, a assessoria de Wesley explicou qual o intuito dele sobre o animal: “Ele já tinha interesse nesse garanhão há algum tempo para trabalhar a linhagem de sua criação e aproveitou a oportunidade de um leilão. O cavalo será utilizado como reprodutor do Haras WS”.

Em dezembro do ano passado o cantor fez outro investimento milionário e comprou a égua Supreme Dash, considerada uma exímia doadora de embriões. Ela foi comercializada pelo Rancho Vale Rico por R$ 1,6 milhão para o condomínio formado pelos criadores Wesley Safadão, do Haras WS, do Ceará, e Ricardo Mendes, do estado de São Paulo.

Com informações do Jornal do Vaqueiro

🚀 Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? ✅ 👉🏽 Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). 🚜🌱 Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícia

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM