Aprenda a diferenciar o alho brasileiro do alho chinês

Aprenda a diferenciar o alho brasileiro do alho chinês

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Entenda as diferenças entre o alho brasileiro e o chinês na hora de fazer as compras no supermercado; alho brasileiro tem a casca do dente roxa

Em vídeo viralizado na internet, o presidente da ANAPA, Rafael Corsino, mostra de maneira prática como qualquer consumidor, na hora da compra do alho, pode diferenciar rapidamente o alho brasileiro do alho importado da China. Rafael mostra que o alho brasileiro tem a casca do dente roxa, enquanto o alho chinês tem a coloração da casca em tons de marrom ou castanho.

Confira o vídeo abaixo:

A ANAPA é a entidade máxima de representação do produtores de alho do Brasil. Constituída no final dos anos 70, em Gouveia/MG, foi idealizada pelo agrônomo Sergio Mario Regina, na mesma época em que foi implementado, no Brasil, o plano de auto-suficiência da cultura do alho.

Desde sua fundação, a ANAPA tem como missão organizar os produtores e a produção de alho, fortalecer e defender os interesses do setor, especialmente na questão da política agrícola. Com o fortalecimento institucional e político, a associação passou a atuar com mais eficiência no setor político de defesa comercial do setor alheiro, com destaque aos processos de antidumping e no controle de qualidade do produto.

Antidumping em relação ao alho chinês

Atualmente a cultura de cultivo do alho no Brasil garante a subsistência de cerca de cinco mil produtores, que em sua grande maioria é composta de agricultores familiares, gerando em sua cadeia produtiva cerca de 170 mil postos de trabalho, no país. Como forma de resguardar o mercado doméstico de práticas desleais de comércio internacional, vigora no país o direito antidumping aplicado às importações brasileiras de alhos frescos ou refrigerados originárias da China, com recolhimento de alíquota de US$ 0,78 por quilo do produto chinês que adentra o país.

Diante disto, o deputado Federal Zé Vitor (PL-MG), membro da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), traz à tona prática recorrente da empresa Food Trade Importação e Exportação Ltda., na tentativa de burlar a cobrança de antidumping por importação de alho chinês.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com