Arroba do boi subiu mais de 1,5%, veja onde!

Arroba do boi subiu mais de 1,5%, veja onde!

PARTILHAR
Foto Divulgação

Segundo avaliação do mercado do boi, nas comparações dia a dia, realizada pela Scot Consultoria, os valores da arroba tiveram uma alta de 1,5%. Veja!

Oferta limitada na praça paulista, a arroba do boi gordo subiu 1,5% na comparação feita dia a dia, o que significa alta de R$3,00/@. Desta forma, a cotação do boi ‘’comum’’, destinado ao mercado interno está em R$205,00/@, considerando o preço bruto, à vista, R$204,50/@, com desconto do Senar, e R$202,00/@ com desconto do Funrural e Senar.

Para boiadas que atendem os requisitos do mercado chinês, o macho de até trinta meses e novilhas, os preços giram em torno de R$210,00/@ e R$200,00/@, respectivamente, bruto à vista.

Sul da Bahia

A oferta limitada, e com escalas de abates curtíssimas, resultou em alta de R$3,00/@ na referência do boi gordo na região Sul do estado, e está em R$200,00/@, bruto e a prazo, R$199,50/@, livre de Senar e a prazo, e em R$197,00/@, descontados os impostos (Senar e Funrural).

Expectativa

Para a próxima semana, a disponibilidade de gado tende a continuar curta, com isso, o mercado do boi gordo deve seguir firme, e com possibilidade de valorizações. Do lado do mercado externo, mesmo com a China “brigando” mais nas negociações, devemos manter bons volumes embarcados.

Confira as tendências para o boi gordo e para a carne bovina

Em São Paulo, o preço médio do boi gordo acumula alta de 2,6% nos últimos 30 dias, mas recuo de 3,5% no acumulado de janeiro a junho de 2020, de acordo com a consultoria Cogo – Inteligência em Agronegócio.

“A reação dos preços do boi em junho decorre do quadro de oferta restrita, firme demanda externa, do retorno gradual de algumas atividades comerciais no país e do afrouxamento da quarentena em algumas regiões.

Em algumas regiões pecuárias, as escalas de abate estão mais curtas, resultado da retenção de bovinos nas pastagens, que ainda apresentam boas condições.

As exportações totais de carne bovina (in natura e industrializada) cresceram 9,1% entre janeiro a maio de 2020, quando comparados ao mesmo período de 2019.

covid126-200612222418

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com