Bela Vista vende 50% de touro Braford por R$ 90 mil

Bela Vista vende 50% de touro Braford por R$ 90 mil

Touro_BelaVista-cachamay
Foto: Reprodução

O reprodutor Cachamay da Bela Vista teve 50% comercializado por R$ 45 mil

Um dos remates mais esperados da temporada de primavera da pecuária gaúcha aconteceu ontem (17) à noite, em Sant’ana do Livramento, registrando excelentes médias, liquidez nas vendas e valorização expressiva de exemplar da raça Braford. O reprodutor Cachamay da Bela Vista teve 50% comercializado por R$ 45 mil, uma valorização no preço total do animal, que chega a R$ 90 mil.

O exemplar dupla marca com excelente avaliação no programa de Melhoramento Genético da ABHB, o PampaPlus, muito bem estruturado, com padrão racial e precocidade de acabamento foi adquirido por Theo Obino e contratado pela CRV Lagoa. “Um touro para produzir Touros”, afirmou Celina Maciel, proprietária da Estância Bela Vista. Outro grande destaque da noite foi o Reprodutor Maestro Tatuagem 3656, que também teve 50% comercializado por R$ 22.500, 00 e contratado pela Cri Genética.

A média alcançada nos touros Braford de 3 anos foi de R$ 18 mil e nos de 2 anos, R$ 14,250 mil. Já os touros Polled Hereford ficaram em R$ 10,475 mil. E as fêmeas Braford atingiram média de R$ 10,2 mil. A fêmea mais valorizada do pregão foi uma Braford geração 2015 prenha vendida por R$ 25.500,00. Entre os exemplares Polled Hereford o touro mais valorizado foi um reprodutor de 2 anos arrematado por R$ 21 mil.

A 53ª edição do leilão da Estância Bela Vista a cargo da Trajano Silva Remates obteve um faturamento total de R$ 1 milhão na comercialização de touros Polled Hereford e Braford e fêmeas Braford. De acordo com o leiloeiro e diretor da Trajano Silva Remates, Marcelo Silva, a agilidade nas vendas e, principalmente, os preços atingidos, classificaram o leilão Bela Vista como o melhor da temporada de primavera até agora com vendas para dez municípios gaúchos, além do Mato Grosso e Paraná. “Foi muito bom o leilão, com a aquisição dos animais feita por compradores de várias regiões, com valores recordes nacional de machos e fêmeas”, afirma.

Por Tatiana Feldens, reg. Prof. 13.654
Com informações da assessoria da Trajano Silva Remates
Ascom ABHB