Boa Safra anuncia a criação de um Centro de Distribuição para 13,3 mil big bags

Boa Safra acirra disputa no mercado de sementes em MT com novo Centro de Distribuição; Companhia adquiriu uma área de 50 mil metros quadrados em Campo Novo dos Parecis para levantar sua terceira unidade no Estado

A Boa Safra, empresa líder na produção de sementes no Brasil, divulgou comunicado no qual anunciou o compromisso de compra e venda de um terreno na cidade de Campo Novo do Parecis, em Mato Grosso, para a construção de um novo Centro de Distribuição (CD). O valor do investimento não foi informado. As obras começaram na segunda-feira (1º), disse a companhia.

Com a ação, a Boa Safra busca expandir sua influência no setor de sementes do principal estado agrícola do Brasil. Iniciou a edificação de seu segundo centro de distribuição em Mato Grosso, estado onde já opera uma instalação de processamento de sementes.

O estabelecimento será construído em Campo Novo dos Parecis, situado a 400 quilômetros ao noroeste de Cuiabá, ocupando um terreno de 50 mil metros quadrados. Atualmente, a empresa possui outro centro de distribuição localizado em Lucas do Rio Verde, que fica a 350 km ao norte da capital, além de uma instalação para processamento de sementes em Primavera do Leste, que se encontra a 230 km a leste de Cuiabá.

No local, poderão ser estocadas até 13,3 mil big bags em 6 mil m² de câmaras frias, adequadas ao armazenamento de grãos. Ao todo, serão 9.375 m² de área construída. A equipe de engenharia da Boa Safra estima a entrada em operação em 31 de agosto de 2024, permitindo o atendimento de uma área de mais de 2 milhões de hectares. Líder no mercado nacional com 8,5% de participação, a meta é alcançar de 14% a 15% até 2027. 

A escolha da cidade foi estratégica para atender Mato Grosso como um todo, posicionando a Boa Safra com CDs em todas as regiões do estado, explicou a empresa.

Mato Grosso, atualmente, é o estado líder na produção de grãos, sendo responsável pela produção de aproximadamente 12 milhões de hectares de soja. A região é estratégica para o agronegócio brasileiro e o recebimento de sementes pelo produtor rural no tempo certo para o plantio é necessário para uma safra de sucesso.

“O CD cada vez mais perto do agricultor possibilita a retirada mais próximo ao plantio, assegurando o acondicionamento em local adequado e evitando a perda de qualidade”, declarou na nota o diretor de Operações da Boa Safra, Glaube Caldas.

Depois de apresentar um resultado trimestral acima das expectativas do mercado e o melhor desempenho anual de sua história, a Boa Safra já se antecipou para garantir recursos para seu projeto de expansão. A empresa anunciou a contratação para preparar uma potencial oferta de ações, capaz de levantar R$ 200 milhões.

Entre 2021 e 2023, a Boa Safra já investiu mais de R$ 500 milhões para ampliação de sua estrutura. Hoje, em operação, a companhia possui 10 unidades industriais, entre centros de distribuição e fábricas de beneficiamento de sementes.

Alerta: Proibição do glifosato pode provocar prejuízo bilionário

Herbicida é usado para dessecação de plantas de cobertura, o que permite o sistema de plantio direto na palha, prática agrícola que consiste no plantar sem arar o solo. A Proibição do glifosato pode provocar prejuízo bilionário e ameaça sustentabilidade do agro

Continue Reading Alerta: Proibição do glifosato pode provocar prejuízo bilionário

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM