Boi gordo: fim de safra com preços firmes

Boi gordo: fim de safra com preços firmes

PARTILHAR
Foto: Confinamento Monte Alegre. (Reprodução: CompreRural)

No mercado externo, apesar da queda do dólar nos últimos dias, o câmbio elevado associado à demanda firme, favorece o embarque de carne bovina.

A pressão causada pelo aumento da oferta de boiadas está menor nesse final de safra em relação à safra de 2019, o que implica em estabilidade de preço, frente à demanda interna estável. As variações de preços registradas durante a semana passada em algumas regiões, positivas ou negativas, foram reflexo desse cenário. 

Outro ponto, é a menor atratividade para o confinamento em função da relação apertada entre os preços do boi gordo no mercado futuro e os preços vigentes para a reposição e, também, para os insumos, o que poderá afetar a oferta de gado gordo na entressafra, em especial de bovinos jovens, que atendem o mercado chinês. 

Para o curto prazo, a demanda interna é ponto de atenção, mas sem expectativa de melhora relevante, tendo em vista o período de quarentena e crise econômica. 

No mercado externo, apesar da queda do dólar nos últimos dias, o câmbio elevado associado à demanda firme, favorece o embarque de carne bovina.

Fonte: Scot Consultoria

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com