Boi gordo: Ruim para comprar e ruim para vender

Boi gordo: Ruim para comprar e ruim para vender

PARTILHAR
touros nelore onix agropecuaria
Ônix Agropecuária / Foto: Boy Fotógrafo

Diante disso, há um equilíbrio nas referências na maioria das praças pecuárias, como observado no fechamento de ontem (23/1). 

O cenário comum no mercado do boi gordo é de dificuldade de compra e lento escoamento da carne. Ou seja, está ruim para comprar e ruim para vender.

Diante disso, há um equilíbrio nas referências na maioria das praças pecuárias, como observado no fechamento de ontem (23/1). 

Nas praças que registraram alterações nas referências, a oferta de boiadas foi o fator limitante para as mudanças de preços.

Onde a oferta está um pouco mais confortável, as indústrias pressionam as cotações para baixo e, onde há maior dificuldade de compras, pagamentos acima das referências são comuns. 

Vale destacar que devido a maior oferta de vacas, o que é comum para esse período do ano, está mais fácil negociar esta categoria em relação aos machos e, devido a essa maior dificuldade na compra de machos, muitas indústrias estão buscando novilhas para compor as escalas de abate.

Na maioria das praças, a novilha é negociada com um ágio de R$2,00/@ frente a vaca gorda. Mas a depender da necessidade do frigorífico e da qualidade dos animais, em alguns casos há negócios pontuais fechados com até R$8,00/@ de ágio.  

Fonte: Scot Consultoria

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com