Boi gordo subiu em Rondônia, Pará, Tocantins e Goiás

Boi gordo subiu em Rondônia, Pará, Tocantins e Goiás

PARTILHAR
Foto: Confinamento Monte Alegre. (Reprodução: CompreRural)

A escala de abate dos frigoríficos em São Paulo está heterogênea, as menores são de três dias e a maiores chegam a nove dias.

Em São Paulo, algumas ficaram fora das compras no início desta semana.

A oferta de animais de confinamento na praça paulista, apesar de não ser grande, permite essa estratégia. 

A escala de abate dos frigoríficos em São Paulo está heterogênea, as menores são de três dias e a maiores chegam a nove dias.

No restante das praças analisadas, o viés altista acomete principalmente os estados no Centro-Norte brasileiro, onde a oferta de confinamento está especialmente apertada. 

No fechamento da última segunda-feira (7/10), destacam-se as valorizações em Rondônia, Pará, Tocantins e Goiás. 

No cenário geral, para esta semana, as expectativas são de mercado firme com possíveis valorizações para o boi gordo, apoiadas na oferta restrita e na demanda aquecida. 

Fonte: Scot Consultoria

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com