Brasil está pronto para atender demanda por alimentos até 2030

Brasil está pronto para atender demanda por alimentos até 2030

PARTILHAR
Foto Divulgação.

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), até 2030, a população mundial deverá ter 1 bilhão de pessoas a mais.

Diante desse cenário, o Brasil encontrou algumas respostas para o desafio do planeta de produzir alimentos. Foi o que destacou o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, ao participar do Fórum Global para a Alimentação e a Agricultura (GFFA), em Berlim, Alemanha.

Para reforçar sua fala, Maggi destacou os avanços da agropecuária brasileira nos últimos anos, como a aprovação do Código Florestal em 2012, que estabeleceu regras específicas para a atividade agropecuária. Com essas ações, a produção no campo ganhou impulso.

“O rebanho brasileiro aumentou de 145 milhões, em 1990, para 218 milhões em 2017, reduzindo o tamanho da área de pasto, no período, de 188 milhões de hectares, para menos de 167 milhões”, afirmou. Essa tendência, segundo Maggi, tem sido intensificada com o uso de tecnologias como a integração agricultura, pecuária e florestas.

“O resultado desse esforço dos produtores rurais e da sociedade brasileira”, disse o ministro, é a preservação de 66,3% do território brasileiro, coberto por vegetação nativa, sendo que 20,5% se encontram em propriedades rurais. Os 66,3% do território nacional, compreendem 5,64 milhões de hectares, área maior do que a de 28 países da União Europeia, do que a área da Índia e de duas vezes a da Argentina.

As Informações são do MAPA.

-- conteúdo relacionado --
Brasil vai à OMC contra restrição da União Europei... De acordo com o ministro, a Comissão Europeia não aceitou os apelos feitos pela missão brasileira que esteve em Bruxelas, na Bélgica, na semana passad...
Mapa cria Banco de Dados de Identificação Animal Código será visualizado em elemento externo (brinco) ou pela leitura eletrônica de dispositivo implantado (chip). O Ministério da Agricultura, Pecuár...

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com