Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?

Maior fábrica de celulose do mundo começa a operar ainda este ano; vídeo

Maior fábrica de celulose do mundo está sendo construída às margens da BR-262 próxima a cidade de Ribas do Rio Parto, Mato Grosso do Sul

A Suzano, maior produtora de celulose de mercado do mundo, fechou a compra de cerca de 70 mil hectares de terras em Mato Grosso do Sul, por R$ 1,83 bilhão. O negócio, anunciado em dezembro, compreende a aquisição da totalidade da Timber VII SPE e da Timber XX SPE, empresas sob gestão do BTG Pactual Timberland Investment Group. A gigante é tida como empresa referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do eucalipto.

Outra grande notícia é o progresso da construção da Unidade Ribas do Rio Pardo, Mato Grosso do Sul, tida como a maior fábrica de celulose do mundo. O empreendimento fica próximo a cidade de Ribas do Rio Pardo, aproximadamente 100 quilômetros da capital Campo Grande. “Este é o maior investimento privado do Brasil neste momento, no valor de R$ 19 bilhões. Mas mais importante que esse número é o investimento no social. A Suzano está muito comprometida com o futuro de Ribas” – disse o presidente da Suzano, Walter Schalka.

Você pode estar se perguntando, mas a maior fábrica não será construída pela empresa chilena Arauco, possivelmente em Inocência?

A Arauco anunciou recentemente a instalação de uma megafábrica no município de Inocência (MS), a 337 quilômetros de Campo Grande. O investimento é estimado em R$ 15 bilhões e marca a chegada do grupo chileno à indústria de celulose no Brasil. O Projeto “Sucuriú” terá capacidade de 2,5 milhões de toneladas por ano de celulose de eucalipto e deve entrar em operação no primeiro trimestre de 2028.

O grupo já possui, inclusive, florestas plantadas de eucalipto em Inocência, onde a fábrica será instalada. O projeto deve ser submetido à aprovação do conselho de administração no segundo semestre de 2024, com início das obras em janeiro de 2025.

De acordo com o presidente da Arauco no Brasil, Carlos Altimiras, serão necessários cerca de 380 mil hectares em área bruta para desenvolver a fábrica. O grupo já possui 60 mil hectares, entre os quais 40 mil plantados com eucalipto, e já negocia para garantir madeira suficiente para o início de operação em 2028. Em 2024, pretende alcançar de 70% a 80% da área total necessária.

A Arauco é a segunda maior produtora de celulose de mercado no mundo, atrás apenas da Suzano. O grupo tem fábricas da fibra no Chile, na Argentina e no Uruguai, onde é sócio da Stora Enso na joint venture Montes del Plata.

Maior Fábrica de Celulose do Mundo

Com base nessas informações, o que temos de concreto atualmente, e põe concreto nisso, é que a Maior Fábrica de Celulose do Mundo está sendo construída em Ribas do Rio Pardo. A Unidade fabricará 2,55 milhões toneladas anuais. A Suzano possui duas unidades em operação em Três Lagoas, que produzem 3,25 milhões de toneladas por ano. A Eldorado Brasil mantém sua única fábrica em operação em Três Lagoas, com capacidade de produção de 1,8 milhão de toneladas por ano.

Maior investimento privado em execução no mundo, o projeto Cerrado, de construção da unidade da Suzano em Ribas do Rio Pardo, segue rigorosamente dentro do cronograma. Investimentos do Governo do Estado para atender as necessidades em áreas como educação, saúde, segurança e infraestrutura também estão no prazo. O diretor-executivo de Relações Cooperativas da Suzano, Luís Bueno, destacou que a inauguração da unidade está prevista para este ano de 2024.

Segundo a empresa o investimento de R$ 19 bilhões gerará cerca de quase 12 mil empregos diretos e indiretos. A fábrica vem para MS por conta do incentivo e de uma série de investimentos que o Governo do Estado realizará para apoiar a produção, como pavimentação de rodovias, melhoria da estrutura de saúde, de segurança e educação no município.

Com os dois novos projetos, a médio prazo o estado vai mais que duplicar sua produção, passando das 10 milhões de toneladas – bem próximo do top cinco do ranking mundial de países e com potencial para avançar ainda mais, já que haveria condições (solo, clima e disponibilidade de áreas) para a implantação de novas linhas pelas empresas já instaladas. O estado atualmente é o segundo maior produtor brasileiro, fica atrás somente da Bahia, mas lidera as exportações nacionais.

Com mais essa planta em operação, Mato Grosso do Sul deve ter um parque industrial em condições de produzir 7,5 milhões de toneladas de celulose por ano. Portanto, deve superar as 5,5 milhões da Bahia (atual líder nacional).

O volume já coloca o estado como um dos maiores produtores mundiais. Se fosse um país, seria o 11º produtor mundial, segundo a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

Imagens do vídeo por Andrei Luiz All Drone’s

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM