Carcaça bovina atinge o maior preço nominal dos últimos dois anos

Carcaça bovina atinge o maior preço nominal dos últimos dois anos

PARTILHAR
Foto: Confinamento Monte Alegre. (Reprodução: CompreRural)

A pouca oferta de boiadas associada à menor disposição dos vendedores na última segunda-feira (24/9), deixou o mercado procurado.

Em São Paulo, as escalas de abate atendem, em média, três dias e a dificuldade de preenchê-las fez com que os frigoríficos fossem mais agressivos. No levantamento de 24/9 a arroba do boi gordo subiu R$0,50 frente à sexta-feira (21/9) e ficou cotada em R$151,50, à vista, livre de Funrural.

Com os estoques da matéria-prima mais enxutos, o preço da carcaça bovina subiu no atacado. A referência para o boi casado de animais castrados está em R$10,05/kg. É a maior cotação desde setembro de 2016, em valores nominais.

A expectativa é que o ritmo de venda de carne seja maior que o da compra de boiadas em função do abastecimento do varejo, sinal de mercado firme para a cotação da arroba do boi gordo e da carne bovina.

Fonte: Scot Consultoria

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com