Carnes fecharam 1º bimestre de 2022 com novos recordes no volume e na receita

PARTILHAR
Foto: Marcos Peron

O volume aumentou 43%, correspondendo a cerca de 28% do total das três carnes, mas como seu preço médio é maior que os das carnes suína e de frango

As três principais carnes exportadas pelo País – suína, bovina e de frango – fecharam os dois primeiros meses de 2022 registrando novos recordes para o período. No volume embarcado e na receita cambial.

Mas não só isso. Pois, pela primeira vez na história das exportações de carnes o volume inicial do ano supera o milhão de toneladas, enquanto a receita cambial, também pela primeira vez nesse bimestre, ultrapassa os US$ 3 bilhões.

A participação maior, é sabido, continua sendo da carne bovina. Seu volume no ano aumentou 43%, correspondendo a cerca de 28% do total das três carnes. Mas como seu preço médio é significativamente maior que os das carnes suína e de frango

Carnes fecharam 1º bimestre de 2022 com novos recordes no volume e na receita cambial

Fonte: AviSite

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com