Cavalo Crioulo: Campeões formam o pódio do Freio Jovem 2017

Cavalo Crioulo: Campeões formam o pódio do Freio Jovem 2017

Racheli Bertuol da Silva montando Amore da Racheli
Racheli Bertuol da Silva montando Amore da Racheli Imagem: Fagner Almeida

Entre os competidores com menos idade, o que chamou a atenção foi a aptidão demonstrada desde cedo pelos jovens ginetes.

Eles são jovens mas já acumulam muito para contar. E entre tantas histórias, agora eles podem somar à sua trajetória o dia marcante em que conquistaram o pódio na decisão do Freio Jovem 2017, realizado entre os dias 1º e 2 de setembro, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio/RS, onde oito categorias da modalidade conheceram seus campeões.

Um verdadeiro momento de integração das famílias e de pura demonstração de paixão pela raça Crioula, impulsionado pelo simples sonho de ser ginete, que aqui é levado muito a sério.

Pequenos no tamanho, gigantes em pista

Entre os competidores com menos idade, o que chamou a atenção foi a aptidão demonstrada desde cedo pelos jovens ginetes. Única competidora em sua categoria, a Infantil Feminina A (na qual concorre crianças de 6 a 9 anos incompletos), Racheli Bertuol da Silva representou bem o futuro da raça conduzindo Amore da Racheli, égua de criação da família, residentes de Caxias do Sul/RS.

Já o lugar mais alto do pódio na divisão Infantil Masculina A ficou com Francisco Cachapuz Móglia montando Cambraia Cala Bassa, também da marca do estabelecimento de sua família, a Cala Bassa, de Aceguá/RS. Além do Freio Jovem de Ouro, Móglia preencheu o segundo e o terceiro lugares do pódio, comprovando a inclinação promissora do pequeno nas pistas.

Os competidores das divisões Infantil B, enquadrados na idade entre 9 e 12 anos incompletos, também mostraram a que vieram na arena de Esteio/RS. No lombo de Butiá Entrevero, Júlia Ebersol Ávila liderou no lado feminino da disputa, ficando com o prêmio de Ouro, consagração que veio depois de ter estado em terceiro lugar na temporada anterior.

Já entre os concorrentes da categoria masculina, a competição consagrou o jovem Abel Dourado Neto, que conduziu com precisão o cavalo Butiá Quincas, deixando quase um ponto e diferença para o vice campeão.

Campeões juvenis

Se no ano passado Luiza Lopes bateu na trave e saiu da Expointer com a prata, 2017 reservou o título máximo para a competidora. Montando Pagos Hija Buena na categoria Aspirante Feminina, a ginete chegou ao final da disputa com larga vantagem em relação a segunda colocada – mais de um ponto de diferença.

Enquanto isso, na acirrada disputa da divisão Aspirante Masculina, quem levou a melhor foi Ramiro Moura, que venceu montando a fêmea de criação da família – proprietária da Cabanha São Francisco – Renda Linda do Kavaju Porã.

Aspirando novos caminhos

Teve bicampeã na categoria Aspirante Feminina. Com o título de Ouro conquistado desta vez com a égua Força Total Liberal, a ginete Fernanda Maggi é chega ao objetivo principal de todo competidor e se torna vencedora da sua divisão pelo segunda ano consecutivo. Já no grupo Aspirante Masculino, Otávio Augusto e o cavalo BT Batuque se consagraram como campeões. A conquista veio um ano após a dupla alcançar a segunda colocação, na mesma divisão, em 2016.

Futuro garantido

Na responsabilidade de avaliar o desempenho dos futuros ginetes, os jurados da prova também saíram satisfeitos com o que foi visto dentro e fora da arena: um verdadeiro momento de crescimento e integração. “É um trabalho especial para nós, diferenciado, pois de certa forma nós estamos contribuindo e interferindo no futuro da nossa raça. Não só na formação de ginetes, mas também de novas pessoas”, comenta Rodrigo Albuquerque Py, que julgou as categorias Infantil Feminino e Masculino A e B e a divisão Juvenil Feminina na companhia Fernando Horst e Thiago Persici.

E se os prêmios consagram quem subiu ao pódio, um outro significado ainda maior brota nesta final do Freio Jovem, como pontua o avaliador Roither Bez Barzan. “Acredito que independente de quem vence a prova, todos saem vencedores dessa prova que une famílias em torno do Cavalo Crioulo”, diz. Barzan formou trio com Daniel Rossato Costa e Renato Morrone para julgar as divisões Juvenil Masculina e Aspirante Feminina e Masculina.

Um ciclo de crescimento

Mesmo antes da decisão, os jovens já tinham motivos para comemorar. Ao todo, foram 102 etapas classificatórias responsáveis por formar o ranking de finalistas, resultando em um crescimento de 39,7% em relação a temporada anterior.

Organizado pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), a Final do Freio Jovem teve o patrocínio da Vetnil e da Supra. A supervisão técnica da prova esteve sob a responsabilidade de Luciano Correa Passos, profissional credenciado à ABCCC, que também elegeu a égua Joana do Liscano como o animal Selo de Raça da competição.

Francisco Cachapuz Móglia montando Cambraia Cala Bassa
Francisco Cachapuz Móglia montando Cambraia Cala Bassa
Imagem: Fagner Almeida

Confira o resultado:

Infantil Feminina A

1º lugar
Amore da Racheli, filha de Marujo do Tamboré e Bisca dos Meus Filhos; criador e expositor Fabiano Rodrigues da Silva, Cabanha da Racheli, Caxias do Sul/RS
Ginete: Racheli Bertuol da Silva. Nota: 7,115

Infantil Masculina A

1º lugar
Cambraia Cala Bassa, filha Piraí 1569 do Brazão e Saga Cala Bassa; criador e expositor Marcelo Rezende Mógia, Cabanha Cala Bassa, Aceguá/RS
Ginete: Francisco Cachapuz Móglia. Nota: 11,950

2º lugar
Cambitera Cala Bassa, filha de Piraí 1569 do Brazão e Chala Cala Bassa; criador e expositor Marcelo Rezende Mógia, Cabanha Cala Bassa, Aceguá/RS
Ginete: Francisco Cachapuz Móglia. Nota: 11,361

3º lugar
Palmas de Peñaflor Potentado, filho de Santa Isabel Espejo e Caritraiguen Mendiga; criador Alfredo Moreno Charme e expositor Marcelo Rezende Mógia, Cabanha Cala Bassa, Aceguá/RS
Ginete: Francisco Cachapuz Móglia. Nota: 10,949

4º lugar
Coliseu Cala Bassa, filho de Honesto Simpatia e Amapola Cala Bassa; criador e expositor Marcelo Rezende Mógia, Cabanha Cala Bassa, Aceguá/RS
Ginete: Antônio Pereira Suñe. Nota: 9,066

Infantil Feminina B

1º lugar
Butiá Entrevero, filho de Butiá Olodum e Butiá Talaveira; criador Sementes e Cabanha Butiá Ltda e expositor Heber Veja Pereira de Ávila, Cabanha Potreador, Canguçu/RS
Ginete: Julia Ebersol Avila. Nota: 10,657

2º lugar
Lutador II Charrua, filho de Las Callanas Impostor e de Escolta II Charrua; criador João Rouget Pérez Wrege e expositor Pedro Peres Mendes, CDT Niloezer Brandão, Arroio Grande/RS
Ginete: Sinthia Schuster. Nota: 9,926

3º lugar
Império Do Rebuliço, filho de Sendero Tumulto e Vida Ganha de Santa Edwiges; criador César Augusto Rabassa Hax e expositores Carlos Santos Silveira de Ávila e César Augusto Rabassa Hax, Fazenda São Carlos, Estância Passo Comprido, Jaguarão/RS
Ginete: Elisa dos Santos. Nota: 9,713

4º lugar
Manuscrito de Santa Edwiges, filho de Tina Jera Buen Abrigo e de Marconi Edwiges; criador Daniel Anzanello e expositora Laura Martinez Vencato
Ginete: Laura Vencato. Nota: 9,496

Infantil Masculina B

1º lugar
Butiá Quincas, filho de Santa Elba Comediante e Dormida La Tranca; criador Sementes e Cabanha Butiá Ltda e expositor Deolinda Helena Coelho Dourado, Cabanha Sia’Dona, Canguçu/RS
Ginete: Abel Dourado Neto. Nota: 11,019

2º lugar
Capanegra Sophya, filha de La Amanecida Bandido e de BT Sofia II; criador e expositor Fernando Dornelles Pons, Cabanha Capanegra, Dom Pedrito/RS
Ginete: Ignacio Blanco Suñe. Nota: 10,073

3º lugar
Apolo do Camboim, filho de Macete de Santa Margarida e Navalha do Camboim; criador Felipe Nery Gomes Martins e expositor José Pedro e Ermes Pedro Pedrassani, Fazenda Mandaçaia e CT Tolotti, Bom Jesus/RS e Guaíba/RS
Ginete: Inácio Maroco Tolloti. Nota: 9,550

4º lugar
Guerrillero da Cabanha Santa Fé, filho de El Capatacito Griego e San José de Añil Quemarropa, criador e expositor Gilberto Rodrigues de Freitas, Cabanha Santa Fé, Porto Alegre/RS
Ginete: Ignácio Blanco Suñe. Nota: 9,338

Juvenil Feminina

1º lugar
Pagos Hija Buena, filha de Viragro Hijo Guapo e Enaguita Tupambaé; criadr João Vicente, Valéria Sá e Filhos e expositor Cristina Johan Hoppe, Rodrigo Lawisch Alves e Lenoar Farias, CT Charles Lopes, Santa Cruz do Sul/RS
Ginete: Luiza Lopes. Nota: 10,225

2º lugar
OEA Palheiro, filho de BT Hospedeiro e OEA Garbosa; criador Olavo Epaminondas de Almeida e expositora Emile dos Santos Gomes; CT Glorinha, Glorinha/RS
Ginete: Emile dos Santos Gomes. Nota: 8,781

3º lugar
Herva Buena do Rebuliço, filha de Relâmpago do Purunã e Lenda das Três Estâncias; criador e expositor César Augusto Rabassa Hax, Cabanha Rebuliço, Pelotas/RS.
Ginete: Redlyn Araújo. Nota: 8,715

4º lugar
Tempranito da Canoa Mirim, filho de Harmonia Temprano e Punta Ballena do Canguçú; criador: João Carlos Patella Neto e expositor Evandro Pedroso, CT Thiago Beotra, Sapucai do Sul/RS
Ginete: Ana Laura Pedroso. Nota: 8,519

Juvenil Masculina

1º lugar
Renda Linda do Kavaju Porã, filha de Capanegra Jacarita e de Tamoia da Guajuvira; criador e expositor José Francisco Pereira de Moura; Cabanha São Francisco, Dom Pedrito/RS
Ginete: Ramiro Moura. Nota: 9,804

2º lugar
Bem Lindaça As do Pai, filha de Três Pontas Lalicky e Hermosa da Harmonia; criador Marino Ezequiel Bandeira/Aline Bandeira e expositor Alexandre Oliveira Medeiros, CT Alexandre Oliveira, Novo Hamburgo/RS
Ginete: Pedro Bastos. Nota: 9,767

3º lugar
Dançarina do Paradeiro St. Paul, filha de Eleito Mano a Mano e de Firmeza 965 do Papito; criador Farlei Paul e expositor Alexandre Oliveira Medeiros, CT Alexandre Oliveira, Novo Hamburgo/RS
Ginete: Pedro Bastos. Nota: 9,580

4º lugar
Guepardo da Maior, filho de Cadejo da Maior e PO Villarica; criador André Ricardo Souto Maior e expositor Anacleto Staukievicz, Cabanha do Anacleto, Nova Santa Rita/RS
Ginete: Ismael Lacerda. Nota: 9,273

Aspirante Feminina

1º lugar
Força Total Liberal, filha de Santa Teresa Ambicioso e Quentona Liberal; criador Augusto Ormazabal de Faria Corrêa e expositor Estância Aurora, Estância Aurora, Uruguaiana/RS
Ginete: Fernanda Maggi. Nota: 9,556

2º lugar
RZ Talantero da Carapuça, filho de BT Lamborguine e Tropicália do Elebê; criador Rubens Elias Zogbi e expositor Eduardo dos Santo Dale Tese, Cabanha Sarom, Porto Alegre/RS
Ginete: Eduarda Marques Dale Tese. Nota: 8,890

3º lugar
PO Dama Negra, filha de Lutador do Purunã e Nochera Madrasa; criador Gonçalo Porto Silva e expositor Adroaldo Alves de Macedo, cabanha Rota do Tropeiro
Ginete: Fernanda Maggi. Nota: 8,574

4º lugar
A Lo Largo Esperada, filha de Agua de Los Campos Y Maquena Criterioso e de Bailanta Tupambae; criadores Péricles P. Druck e Paulo Roberto Souto, expositor Joni Flores dos Santos, Cabanha 55, Porto Alegre/RS
Ginete: Sabrina Oliveira. Nota: 8,503

Aspirante Masculina

1º lugar
BT Batuque, filho de BT Inquisitor e BT Habanera II; criador Condomínio Flavio Bastos Tellechea e expositor Carlos Maurício da Silva, Cabanha 2M, Novo Hamburgo/RS
Ginete: Otávio Augusto. Nota: 11,094

2º lugar
Travesso Eviju, filho de As Malke João de Barro e Ópera Eviju; criador Parceria Cabanha Eviju e expositor Cabanha Eviju, Jean e Jaime Ribeiro de Souza, Cabanha Evijue Criadero SRJ, Pedro Osório/RS
Ginete: Acauã Correia. Nota: 9,786

3º lugar
Ufano da Oca, filho de Que Tiburón da Oca e Butiá Obama; criador Oto Breier
Expositor: Oto Breier e expositor Alexandre Gomes Neto, Fazenda Fabifer, Joinville/SC
Ginete: Heitor Augusto Gomes. Nota: 9,752

4º lugar
La Plata Ilustre, filho de Guitarreiro de Santa Angélica e de Quilero Ñanducera; criador Juliano Severo Leon e expositor Diego Sedrez Garcia, CT Acauã Correia, Pelotas/RS
Ginete: Acauã Correia. Nota: 9,730

Fonte: Cavalo Crioulo

PARTILHAR

21 anos, Jales/SP.
Estudante de Jornalismo, fotógrafa e estagiaria em Assessoria de Imprensa.
Contato: jornalismo@comprerural.com