China aumenta taxa de importação sobre produtos de carne suína

PARTILHAR
Foto? Divulgação

Medida é resultado de boa recuperação do rebanho após surto de peste suína africana no país, diz o comentarista Benedito Rosa

O governo da China anunciou que vai aumentar as tarifas de importação sobre a maioria dos produtos de carne suína. A taxa passará de 8% para 12% já a partir de primeiro de janeiro de 2022. Com isso, a tarifa retoma o patamar de 2020, antes do país asiático ter grande parte do rebanho dizimado por conta de um surto de peste suína africana.

Segundo o comentarista Benedito Rosa, a China adotou essa postura pois já conseguiu recuperar, de maneira considerável, boa parte do rebanho suíno afetado pela doença.

“A China não tem mais necessidade de grandes volumes de importação, igual ao que se via no passado. Ela pode fazer essa regulagem no mercado, pois o preço da carne caiu para patamares inferiores ao custo de produção”, diz o comentarista que ainda acredita que a medida não terá efeitos negativos para a produção no Brasil.

Fonte: Canal Rural

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR