China: ‘Exército’ de 100 mil patos combaterá gafanhotos

China: ‘Exército’ de 100 mil patos combaterá gafanhotos

PARTILHAR
Foto Ilustrativa

China repete exército de patos para combate de gafanhotos. Na primeira ocasião, o país enviou cerca de 700 mil animais.

A China não vive um bom 2020. O país sofre com um surto de coronavírus que já matou cerca de 1800 pessoas desde dezembro de 2019. Como se não bastasse um problema grave de saúde pública, o país oriental agora deve receber ataques de gafanhotos.

A história não é muito extensa e é fácil de entender. Alguns países do oriente médio também estão sofrendo com ataques de gafanhotos que se proliferaram nos últimos tempos. São bilhões deles.

O território chinês deve receber essa onda de gafanhonismo (se é que isso existe), o que deve comprometer plantações e até causar pânico em populações locais.

Porém, a China vem se mostrando preparada no combate do Covid-19. Isso é evidente, com a quarentena da cidade epicentro do surto e outras políticas para evitar mais contaminações.

E, obviamente, a China também estará preparada para um ataque previsível de gafanhotos. O país está enviando um exército com cerca de 100 mil patos, sim, patos.

Os patos conseguem cuidar, cada um deles, de aproximadamente 4m² de território. Serão 100 mil patos, defendendo o equivalente a 400 mil m², com o proposito de impedir a proliferação de gafanhotos.

Esses patos devem se alimentar dos gafanhotos e evitar que os insetos causem pânico e prejuízos quando chegarem à China.

Um vídeo da preparação desses animais para os ataques dos gafanhotos foi publicado no perfil da TV Chinesa “CGTN” (China Global Television Network).

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.