CNA pede suplementação de R$ 200 mi para o seguro rural

PARTILHAR
- Foto: iStock/Mapa

A Confederação explicou que os preços dos principais insumos agropecuários, como fertilizantes, defensivos e diesel aumentaram 184,9%.

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) solicitou ao Ministério da Economia, na terça (22), a suplementação orçamentária de R$ 200 milhões para execução do Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR).

Em ofício enviado ao Ministério da Economia e à Casa Civil, a CNA informou que a liberação dos recursos é necessária para garantir aos produtores de grãos de verão (soja, milho, arroz e outros) a sua produção segurada e manter a segurança alimentar da sociedade brasileira e mundial.

No documento, a CNA informou que os R$ 990 milhões de recursos autorizados para 2022 foram liberados em sua totalidade até setembro deste ano, segurando apenas uma área de 5,59 milhões de hectares. De janeiro a setembro, as seguradoras pagaram R$ 8,4 bilhões em indenizações aos produtores.

“A intensidade de eventos climáticos enfrentados pelos produtores rurais nos últimos anos realça a importância do seguro rural na manutenção da agropecuária brasileira e na redução de renegociações de dívidas”, diz o ofício.

A Confederação explicou que os preços dos principais insumos agropecuários, como fertilizantes, defensivos e diesel aumentaram 184,9%, em média, de janeiro de 2020 a outubro de 2022, a medida que os preços da soja, milho e boi cresceram apenas 80,3%, em igual período.

A situação se agrava, segundo a entidade, quando são analisados os reajustes no valor do prêmio pelas seguradoras ou a redução da cobertura dos produtos de seguro, o que onera, ainda mais, os custos de produção, podendo causar desestímulo ao uso dessa importante ferramenta de mitigação de riscos.

Fonte: CNA

🚀 Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? ✅ 👉🏽 Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). 🚜🌱

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com