Com mercado árabe, frigorífico gaúcho pretende triplicar faturamento no setor de exportação

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Os novos mercados devem contribuir para que a receita das exportações do Frigorífico Zimmer passe de 10 para 35%, garante o vice-presidente.

As proteínas brasileiras estão cada vez mais consolidadas no mercado árabe. Prova disso, é o caminho que vem sendo percorrido pela carne bovina brasileira, que segue a rota do frango halal, proteína na qual o Brasil é líder global em exportação. Dados do ComexStat apontam que as exportações de carne bovina aos Emirados Árabes somaram US$ 169 milhões de janeiro a agosto de 2022, aumento de 41% em relação ao mesmo período de 2021.

Carne brasileira no prato do consumidor árabe – De olho neste mercado, o empresário André Zimmer, vice-presidente do Frigorífico Zimmer, que tem 50 anos de história na cidade de Parobé (RS), visualizou a oportunidade promissora para seu produto nos países árabes.

Até 2013, a produção era voltada apenas ao mercado interno. Foi em 2018 a primeira experiência para exportação aos países árabes, naquela ocasião, para o Egito. “Depois disso, demos um intervalo e agora começamos a trabalhar com a Cdial Halal, retomando assim, os negócios com os países árabes”, explica André.

“Já temos cerca de 12 contratos fechados com Kuwait, Dubai e Arábia Saudita. Os primeiros embarques foram no último dia 20 de setembro”, enfatiza.

E o mercado halal deve impulsionar os negócios do Frigorífico Zimmer. “Hoje meu percentual de faturamento com exportação gira em torno de 10% e com o halal esperamos chegar a 35%”, garante o vice-presidente.

E as perspectivas são otimistas. “Pretendemos atuar ainda mais fortemente nesses destinos, já que são cada vez mais interessantes. Nós pretendemos sentir este mercado e seguir evoluindo, pois sabemos que nosso produto tem qualidade superior, tendo em vista que o rebanho gaúcho é predominantemente de raças britânicas, como Angus e Braford, e encontramos um nicho de mercado que entende e valoriza este tipo de produto”, explica André.

Para o diretor de Operações da CDIAL Halal, Ahmad M. Saifi, esta é uma parceria estratégica para ambos. “Nossa atuação visa auxiliar o Frigorífico Zimmer a expandir sua atuação no mercado internacional, ao mesmo tempo em que é mais um passo importante para consolidar a atuação da CDIAL Halal no mercado de bovinos, o qual, assim como as demais proteínas brasileiras, tem espaço e futuro promissor no mercado árabe”, pontua.

Fonte: CDIAL Halal

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com