Comissão de Agricultura aprova isenção de tributos em ração de bovinos

Comissão de Agricultura aprova isenção de tributos em ração de bovinos

PARTILHAR
ração
Foto Divulgação.

Projeto que isenta de tributos a ração bovina é aprovado na Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados.

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 6380/16, do deputado Jerônimo Goergen (PP-RS), que isenta o Pis/Pasep e a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) incidentes sobre a importação e a receita bruta do comércio doméstico de ração para bovinos e búfalos.

Segundo o autor, a incidência desses tributos nas rações utilizadas na alimentação de bois e vacas pode elevar o preço do leite e da carne em mais de 9%.

Relator na comissão, o deputado Evair Vieira de Melo (PV-ES) apoiou o texto. “O benefício reduzirá o custo de produção pecuária e deve repercutir nos preços dos produtos, com efeito positivo sobre o custo de vida da população brasileira, favorecendo o controle inflacionário”, opinou.

Se aprovado, o projeto vai implicar renúncia fiscal, estimada pela Secretaria da Receita Federal, de R$ 1.018 milhão e R$ 1.034 milhão para os anos de 2017 e 2018, respectivamente.

Para compensar esses valores, o projeto sugere a unificação das alíquotas da contribuição sobre a receita bruta das empresas de ração destinada à Seguridade Social (4,5% e 2,5%), em substituição à contribuição previdenciária patronal.

O texto altera a Lei nº 12.546/11, que cria o Regime Especial de Reintegração de Valores Tributários para as Empresas Exportadoras (Reintegra), e a Lei nº 10.925/04, que reduz as alíquotas do PIS/Pasep e da Cofins incidentes na importação e na comercialização do mercado interno de fertilizantes e defensivos agropecuários

Tramitação

A proposta será analisada de forma conclusiva pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Para Setor da Pecuária de Leite

O presidente da ABRALEITE, Sr. Geraldo Borges, diz que todos produtores de leite receberão esta primeira aprovação na citada Comissão de Agricultura com muita positividade e afirma “estaremos firmes, junto aos parlamentares da Comissão de Agricultura e da FPA, para que seja brevemente aprovada nas outras duas comissões e seguir ao Senado para finalização. Esta redução de 9% ajudará na desoneração da cadeia produtiva do leite no Brasil, que tanto pleiteamos ao Governo Federal e que, somada a outras ações de desoneração e qualidade, trará competitividade aos lácteos brasileiros no mercado internacional”.

ÍNTEGRA DA PROPOSTA:

Reportagem – Emanuelle Brasil
Edição – Sandra Crespo

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com