Comunidade no Marajó valida aplicativo para o manejo de açaizais nativos

PARTILHAR

“A etapa de validação é muito importante para nos dizer se estamos no caminho certo, se é preciso ajustar rota e para trazer melhorias à ferramenta.”

O aplicativo Manejatech Açaí, voltado ao manejo sustentável de açaizais nativos, foi validado pelos moradores da Comunidade Santo Ezequiel Moreno, em Portel, na região do Marajó (Pará), nos dias 29 e 30/11. Cerca de 20 manejadores e manejadoras, além de extensionistas rurais, conheceram a ferramenta e testaram a interface e a usabilidade. A validação aconteceu no Centro de Referência em Manejo de Açaizais Nativos do Marajó (Manejaí Portel).

A ferramenta, que está em desenvolvimento pela Embrapa e empresa Equilibrium Web, otimiza etapas da tecnologia de gerenciamento de mínimo impacto de açaizais nativos. O Manejatech Açaí atua diretamente no processo de registro e inventário local para auxiliar a decisão do manejador e manejadora sobre quais árvores devem ser mantidas, plantadas ou removidas.

“A etapa de validação é muito importante para nos dizer se estamos no caminho certo, se é preciso ajustar rota e para trazer melhorias à ferramenta com o intuito de que ela de fato atenda às necessidades dos usuários”, explica o analista de sistema Michell Costa , da Embrapa Amazônia Oriental, um dos responsáveis ​​pelo desenvolvimento da aplicação.

Ele conta que o retorno dos participantes da oficina de validação foi bastante positivo. “Conseguimos identificar junto aos usuários as necessidades de configurações e incorporar novas funcionalidades para que o aplicativo retrate a realidade local e a rotina de uso dos gerenciadores”, conta.

Maior controle da produção

Uma das melhorias sugeridas, de acordo com Sara Gomes, moradora da comunidade Santo Ezequiel Moreno (Portel), é diferenciar no registro da produção de frutos o que vai para o consumo da família e que vai para a distribuição. “O aplicativo é uma excelente ferramenta e vai melhorar o controle da nossa produção”, afirma o jovem que ajuda o pai no manejo do açaí. Ela acredita que toda a comunidade será beneficiada e vai utilizar a ferramenta.

Fonte: Divulgação

Para o extensionista rural Sidney da Silva Ribeiro, que é coordenador do escritório da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater) em Muaná, na região do Marajó, o aplicativo é mentalmente viável vai trazer mais agilidade na avaliação e tomada de decisão dos manejadores. “O inventário é realizado através de planilhas impressas e o manejador precisa fazer manualmente a contagem de plantas e os cálculos que subsidiam as intervenções na área. Já com o Manejatech a própria ferramenta faz os cálculos e fornece as informações necessárias para as intervenções no açaizal”, ressalta o extensionista.

Convivência com a tecnologia

Uma preocupação do técnico Sidney Ribeiro é a dificuldade em acessar novas tecnologias por parte de alguns membros da comunidade, mas ele acredita que esse desafio pode ser superado com o envolvimento da família, especialmente os mais jovens, no processo do manejo.

Esse desafio já está na mira de Miquéias Gomes, um dos jovens comunicadores da comunidade. Ele conta que os participantes do workshop de validação do aplicativo Manejatech Açaí estão se reunindo com todos os gerentes locais para apresentar a ferramenta e apoiar no processo de adaptação à tecnologia. “Estamos mostrando o aplicativo para quem não participou do workshop. O Manejatech vai facilitar muito a vida do manejador, principalmente em relação à planilha manual do inventário”, ressalta.

Outra questão apontada pelos gerentes é a necessidade de registrar também no módulo de controle a quantidade de latas que é destinada ao fundo local que promove benfeitorias na comunidade e mantém o funcionamento do Centro de Referência Manejaí.

foto: divulgação

Lançamento

“O próximo passo é fazer os ajustes necessários e as novas funcionalidades para uma nova rodada de validação novamente com o apoio técnico da Emater na região”, anuncia o analista Michell Costa, da Embrapa. O lançamento do aplicativo Manejatech Açaí está previsto para o primeiro semestre de 2023. A ferramenta será disponibilizada gratuitamente para o sistema Android.

O aplicativo é um dos resultados do projeto Infobee, executado pela Embrapa Amazônia Oriental e empresa Equilibrium Web.

Manejaí

O Centro de Referência Manejaí, em Portel, foi o local escolhido para a validação da ferramenta, tendo em vista que é o local que reúne os manejadores de açaí de grande parte da região do Marajó. O coordenador do Núcleo da Embrapa no Marajó, César Andrade, destaca que o Manejaí promove o uso sustentável dos recursos naturais da região e geração de renda e qualidade de vida às locais por meio de capacitações e apoio à organização das comunidades.

“Buscamos assegurar os modos de vida das comunidades tradicionais e agricultores familiares aliando à sustentabilidade ambiental e à melhoria da qualidade de vida dos povos das florestas”, acrescenta o gestor.

Além de Portel, os municípios de Muaná, Breves e Salvaterra já iniciaram o processo de implantação do Manejaí com o apoio da Embrapa, Emater e instituições locais.

O Centro de Referência tem tido início no âmbito do projeto Bem Diverso (Pnud, GEF e Embrapa) e terá continuidade com projeto Sustenta e Inova (Sebrae, Embrapa, Cirad e Ipam).  

Fonte: Embrapa

🚀 Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? ✅ 👉🏽 Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). 🚜🌱 Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com