Conab abre maior unidade de armazenamento para produtores

Conab abre maior unidade de armazenamento para produtores

PARTILHAR
Silos de armazenagem
Foto: Divulgação

A maior Unidade Armazenadora do governo federal, localizada no Paraná, já pode receber soja e milho de produtores privados.

PARANÁ: Unidade de Ponta Grossa recebe sistema de termometria para armazenar soja e milho. Nesta quarta-feira (5), a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) inaugura o novo sistema de termometria da UA Ponta Grossa, que é também a nona maior do Brasil.

A termometria diminui o risco operacional do armazém. O sistema, obrigatório para a certificação de unidades armazenadoras, garante mais precisão nas ações de armazenagem e torna o processo menos oneroso, pois reduz drasticamente o risco de perdas.

A estrutura de termometria é composta por um conjunto de sensores distribuídos no interior do silo, que fazem a medição periódica da temperatura da massa de grãos. Com esse sistema, é possível monitorar a atividade biológica do produto por meio da medição de temperatura em tempo real, o que ajuda na preservação e permite decidir qual a ação adequada em cada caso, seja expurgo, aeração ou transilagem (movimentação da massa de grãos).

Com o sistema, a Unidade de Ponta Grossa passa a operar com aproveitamento da sua capacidade total, que é de 420 mil toneladas. Localizada na BR 376, Km 510, está em uma posição estratégica, na rota de escoamento entre a produção de grãos e o Porto de Paranaguá. Os armazéns estão em pleno recebimento de safra, cerca de 2 mil toneladas por dia.

A UA de Ponta Grossa foi construída em 1972 e iniciou suas operações em 1974. O complexo armazenador possui 6 armazéns graneleiros fundo “V” (2 unidades com capacidade de 50 mil toneladas e 4 unidades com capacidade de 75 mil toneladas) e uma bateria de silos verticais em concreto com 16 células e 6 entre-células (capacidade total de 20 mil t).

Fonte Conab

PARTILHAR