Confinamento deve cair 33% no volume de animais

Confinamento deve cair 33% no volume de animais

PARTILHAR
Foto Divulgação.

INTL FCStone projeta queda de 33% no volume de animais confinados em 2020; Preços da arroba seguem firmes e exportações tem ajudado a manter os atuais patamares. Em maio, volume exportado chegou a 155 mil toneladas.

Em entrevista ao Notícias Agrícolas, o Consultor em Gerenciamento de Riscos da INTL FCStone, Caio Toledo Godoy, destacou que mercado segue relativamente estável com os preços da arroba próximo de R$ 190,00/@  a R$ 205,00/@. “As escalas de abate deram uma alongada, porém em algumas programações tem algumas lacunas nos estados de São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul”, afirma.

Com o mercado interno em ritmo lento, as indústrias frigoríficas aproveitaram para embarcar mais produto a mercado externo. “O mês de maio encerrou com um total exportado de 155 mil toneladas de carne bovina que registrou um aumento 35 mil toneladas frente ao ano anterior”, aponta.

A Consultoria realizou o primeiro levantamento de intenções de confinamento para 2020, na qual a estimava relata que vai ter uma queda de 33% frente a capacidade instalada de todos os confinamentos no Brasil. “Nós fizemos uma pesquisa muito mais qualitativa do que quantitativa e podemos ver que a maior preocupação dos confinadores são os insumos, reposição e preços futuros”, comenta.

O consultor relata que as alternativas de alimentação também acompanham as valorizações do milho. “Nós podemos ter um maior número de animais confinados, caso os valores da reposição tenham uma retração e uma queda nos preços do milho”, relata.

Confira o relatório completo  realizado para os clientes da INTL FCSTONE, Sobre as intenções de confinamento em 2020:

Intenção-de-confinamento-2020

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com