Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?

Conheça a Capital do Zebu, o berço da pecuária zebuína do mundo

Atualmente, a Capital do Zebu é a casa da maior associação de pecuária zebuína do mundo, a ABCZ, com 24 mil associados. Mas como a cidade galgou esse título? E onde começa a história do zebu na cidade polo do Triângulo Sul? Veja

Dentre as diversas famas de Uberaba, ser conhecida pela Capital do Zebu é uma delas. Lá, é onde fica instalada a Associação Brasileira dos Criadores de Zebu, a maior associação de pecuária zebuína do mundo, a ABCZ, com cerca de 24 mil associados. O legado da raça na cidade é o que faz com que este seja um dos pontos que atrai milhares de turistas anualmente para fecharem negócios milionários. Conheça a Capital do Zebu, o berço da pecuária zebuína do mundo!

O gado zebu é praticamente sinônimo de bovinos criados no Brasil, representando a maior parte dos cerca de 220 milhões de animais que formam o rebanho nacional. Além disso, é importante lembrar que o rebanho brasileiro é o maior rebanho comercial do mundo, atrás apenas da Índia, onde os bovinos são sagrados.

Introdução das raças zebuínas

As raças zebuínas, Bos indicus, originárias da Índia, em sua história de seleção milenar, reúne todos os predicados genéticos para se adaptar aos nossos sistemas de produção de carne ou leite tropicais. Introduzidas no Brasil a partir do Séc. XIX, a genética zebuína promoveu uma verdadeira revolução na pecuária nacional, ou melhor dizendo, propiciou o surgimento de uma pecuária de fato para as nossas condições de criação.

Pela sua incrível capacidade de adaptação e produção nos trópicos, as raças zebuínas representam mais de 80% do efetivo bovino nacional, sob a forma de animais puros ou cruzados. Entretanto, os primeiros animais foram trazidos à Capitania de São Vicente, em 1534. Já as primeiras importações realmente voltadas à criação ocorreram em torno de 1870-1875.

Seu conjunto de características consideradas “perfeitas” para nosso sistema, fez com que o gado Zebu ganhasse destaque devido à ótima adaptação da espécie e sua resistência em diferentes territórios. Mas, foi no Triângulo Mineiro onde começou-se a desenvolver os touros que formaram a base genética de raças como o nelore no país. 

Dentre as diversas famas de Uberaba, ser conhecida pela capital do Zebu é uma delas. Lá, é onde fica instalada a Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ – maior associação de pecuária zebuína do mundo -, responsável por cuidar, organizar eventos famosos, como o Expo Zebu, e disseminar a genética dessa espécie de boi país afora.

comcebu - feira de zebu da bolivia
Foto: Divulgação

A ABCZ registra em todo o Brasil mais de 600 mil zebuínos por ano e detém o maior banco de dados do mundo sobre o zebu, com mais de 12 milhões de animais cadastrados. Através do PMGZ (Programa de Melhoramento Genético de Zebuínos), acompanha o melhoramento genético de mais de 3.600 rebanhos em todo o país.

Em sua sede, no Parque Fernando Costa, em Uberaba (MG), a ABCZ promove a ExpoZebu. A feira, que é realizada desde 1935, recebe anualmente mais de 200 mil visitantes que participam de leilões, exposições, palestras, cursos, debates sobre diversos temas relacionados à atividade de pecuária e acompanham os julgamentos de animais e concursos leiteiros. Outra feira promovida pela ABCZ é a ExpoGenética, feira que reúne em exposição os principais programas de melhoramento genético do país.

Além disso, graças a essa fama do boi, o setor gira milhões de reais por ano apenas com a pecuária. Inclusive, diversas empresas relacionadas a inseminação e clonagem de animais, por exemplo, instalaram-se em Uberaba.

Ainda falando sobre a pecuária, muitos pecuaristas internacionais viajam a Uberaba todos os anos com o intuito de conhecer a cidade, participar dos eventos e até mesmo para investir no setor que mais cresce na região.

Gabriel-Garcia-Cid - presidente da abcz - Parque Fernando Costa - Uberaba
Foto: ABCZ

ExpoZebu

Além de ser a maior associação de pecuária zebuína do mundo, a ABCZ organiza a maior exposição de gado zebu do mundo, a ExpoZebu (Exposição Internacional de Gado Zebu). Em 2023, a feira realizou sua 88ª edição e arrecadou mais de R$140 milhões em remates, sendo R$350 milhões totais em negócios.

A associação também é mantenedora do Museu do Zebu, espaço que conta toda a história da raça no Brasil e a contribuição de Uberaba para o engrandecimento da pecuária. Recentemente, o museu foi uma das ganhadoras do edital feito pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e garantiu R$389 mil para investimentos.  

Foi uma avaliação muito intensa e nós tiramos nota máxima. Ficamos em primeiro lugar em Minas Gerais. Vamos empregar em um projeto que se chama Praça de Museus voltado para a educação, no contato com as escolas e vamos poder avançar muito em atuar com maior volume ao longo do ano, atendendo as escolas, e fazendo com que as crianças aprendam além da sala de aula”, informa Thiago Riccioppo, gerente do Museu do Zebu. 

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Poder do agro na Capital do Zebu

O Poder da Agropecuária em Uberaba. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), até 2021 Uberaba abrigava 172.501 cabeças de gado, sendo a 13° cidade no estado com maior quantidade de animais da espécie. Ainda, conforme o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), no primeiro semestre de 2023 a Agropecuária empregou 315 pessoas. 

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM