Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?

Consultoria alerta para prejuízo bilionário com a quebra na safra de soja

A Cogo atribui essa redução no desempenho à demora no início das chuvas, seguida por precipitações irregulares e mal distribuídas em diversas regiões.

A 11ª Estimativa da Safra Brasileira de Grãos 2023/24, divulgada em 9 de fevereiro pela consultoria Cogo Inteligência em Agronegócio, revela impactos significativos na produção de soja. Contrariando as expectativas iniciais de uma média de 60,5 sacas, a produtividade do país é projetada agora em 54,8 sacas, conforme apontado pela empresa.

A Cogo atribui essa redução no desempenho à demora no início das chuvas, seguida por precipitações irregulares e mal distribuídas em diversas regiões. O relatório destaca a ocorrência de veranicos prolongados, superiores a 20 dias, associados a temperaturas elevadas, como fatores explicativos para esse cenário adverso.

As consequências mais expressivas são observadas nos plantios de soja precoce, assim como nos primeiros plantios realizados entre setembro e a primeira quinzena de outubro, de acordo com a análise da consultoria.

Diminuição na produção e impactos financeiros na cultura da soja

Em virtude das condições climáticas desfavoráveis, a empresa revisou para baixo a projeção da safra de soja para 2023/24, fixando-a em 148,5 milhões de toneladas, em contraste com os 155,2 milhões registrados na análise anterior. Tal revisão representa uma queda de 9,1% em relação à estimativa inicial de 163,4 milhões de toneladas.

A expectativa é que as boas produtividades projetadas para as regiões Sul e Sudeste possam compensar parcialmente as perdas previstas nas regiões Centro-Oeste, Norte e MATOPIBA (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia). Até o momento, as perdas acumulam um total de 14,9 milhões de toneladas, gerando prejuízos estimados em R$ 28,9 bilhões.

O 5º Levantamento de Acompanhamento da Safra Brasileira de Grãos 2023/24, divulgado pela Conab em 8 de fevereiro, apresenta uma perspectiva similar. Segundo a entidade, a produção nacional de soja está projetada em 149,4 milhões de toneladas para a temporada, indicando uma redução de 3,4% em comparação com o ciclo anterior, que registrou a colheita de 154,6 milhões de toneladas.

Escrito por Compre Rural

VEJA TAMBÉM:

ℹ️ Conteúdo publicado pela estagiária Ana Gusmão sob a supervisão do editor-chefe Thiago Pereira

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM