Cotações internas e externas da carne registram a maior diferença da série

Cotações internas e externas da carne registram a maior diferença da série

PARTILHAR
Mercado-Aves-e-suínos
Foto: Divulgação

Preços internos em queda e o preço da carne exportada segue em alta, variações tem explicações.

De acordo com pesquisadores do Cepea, os preços da carcaça suína se mantêm em baixos patamares no mercado interno, enquanto os valores da carne exportada subiram com força, impulsionados pela expressiva valorização do dólar nas últimas semanas.

Esse cenário fez com que os preços da carne suína no mercado doméstico e os da exportada atingissem, em maio, a maior diferença já captada pelo Cepea, considerando-se toda a série histórica desse setor, iniciada em 2004.

Neste mês, o quilo do suíno para exportação (Secex) está 5,42 reais mais caro que a carcaça negociada no atacado da Grande São Paulo (Cepea).

Quanto ao mercado da semana, com as vendas de carne no atacado ainda em ritmo lento, a maioria das praças acompanhadas pelo Cepea segue registrando quedas nos preços.

Fonte: Cepea

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com