Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?

Crédito rural atinge R$ 270 bilhões em 7 meses do Plano Safra 2023/24

Os desembolsos destinados ao custeio totalizaram R$ 152 bilhões, enquanto as concessões referentes às linhas de investimentos atingiram a cifra de R$ 62 bilhões.

No âmbito do Plano Safra 2023/24, o desembolso total do crédito rural atingiu a expressiva cifra de R$ 270,9 bilhões durante o período compreendido entre julho de 2023 e janeiro de 2024, registrando um notável acréscimo de 16% em comparação ao mesmo intervalo da safra anterior.

Os recursos destinados aos financiamentos de custeio alcançaram a marca de R$ 152 bilhões, ao passo que as concessões para as linhas de investimentos totalizaram R$ 62 bilhões.

As operações relacionadas à comercialização atingiram o montante de R$ 33 bilhões, enquanto aquelas voltadas para a industrialização somaram R$ 24 bilhões.

Ao longo dos sete meses do ano agrícola em questão, foram formalizados um total de 1.369.816 contratos. Desse total, 1.018.946 contratos foram destinados ao Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), e 135.378 contratos ao Pronamp (Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural).

Os demais produtores rurais formalizaram 215.492 contratos, correspondendo a um volume significativo de R$ 194,8 bilhões em financiamentos liberados pelas instituições financeiras. Este cenário reflete a robustez e diversidade das operações no setor agrícola brasileiro durante o período analisado.

O montante de R$ 271 bilhões representa 62% do valor planejado para a atual safra destinado a todos os produtores, sejam eles pequenos, médios ou grandes, totalizando R$ 435,8 bilhões.

No setor da agricultura empresarial, os desembolsos de crédito rural atingiram a marca de R$ 232 bilhões de julho a janeiro, registrando um aumento de 18% em comparação ao mesmo período do ano anterior. Esse montante equivale a 64% do total estipulado pelo governo, que é de R$ 364,2 bilhões.

Os recursos destinados aos pequenos e médios produtores, abrangendo custeio, investimento, comercialização e industrialização, foram de aproximadamente R$ 39 bilhões no Pronaf e R$ 37,2 bilhões no Pronamp.

No que diz respeito aos financiamentos agropecuários voltados para investimento, o Programa de Modernização da Agricultura e Conservação dos Recursos Naturais (ModerAgro) registrou contratações no valor de R$ 1,6 bilhão, refletindo um aumento de 19% em relação ao mesmo período da safra anterior. Já os financiamentos destinados ao Pronamp atingiram a expressiva cifra de R$ 3,7 bilhões, representando um significativo aumento de 97%. Esses números evidenciam o dinamismo e a robustez do apoio financeiro ao setor agrícola durante o período analisado.

desoneração da folha
Foto: Divulgação

Quanto às fontes de recursos do crédito rural, destaca-se que os recursos livres equalizáveis alcançaram a marca de R$ 12,7 bilhões, apresentando um notável aumento de 332% em comparação ao mesmo período da safra anterior. Esse incremento indica uma maior utilização dessa fonte, disponibilizada pelas instituições financeiras para equalização no âmbito do Plano Safra.

Vale ressaltar também a contribuição significativa da fonte não controlada da Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) para o financiamento do crédito rural. Essa fonte representou 49% do total das aplicações na agricultura empresarial nos primeiros sete meses da safra atual, totalizando R$ 112,5 bilhões. Esse valor registrou um aumento expressivo de 118% em relação ao mesmo período da safra passada, quando a LCA representou 26% (R$ 51,6 bilhões) do total.

Importante salientar que os valores apresentados são provisórios e foram extraídos no dia 05 deste mês do Sistema de Operações do Crédito Rural e do Proagro (Sicor/BCB), responsável pelo registro das operações de crédito informadas pelas instituições financeiras autorizadas a operar em crédito rural.

É válido observar que, dependendo da data de consulta no Sicor ou no Painel Temático de Crédito Rural do Observatório da Agropecuária Brasileira, podem ocorrer variações nos dados disponibilizados ao longo dos trinta dias seguintes ao último mês do período considerado.

Escrito por Compre Rural

VEJA TAMBÉM:

ℹ️ Conteúdo publicado pela estagiária Ana Gusmão sob a supervisão do editor-chefe Thiago Pereira

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.
LEIA TAMBÉM