Demanda baixa e oferta restrita limitam as quedas no mercado do boi

Demanda baixa e oferta restrita limitam as quedas no mercado do boi

PARTILHAR
Foto: Confinamento Monte Alegre. (Reprodução: CompreRural)

Nesta segunda quinzena do mês, até o momento, a cotação do boi gordo caiu em 25,0% das regiões pecuárias e em 28,1% delas a cotação subiu. 

A oferta de compra a preços melhores nas últimas semanas permitiu que os frigoríficos alongassem as escalas de abate. Em função disso, os compradores estiveram seletivos na última terça-feira (23/4). 

Por outro lado, a oferta não está lá essas coisas. 

Nesta segunda quinzena do mês, até o momento, a cotação do boi gordo caiu em 25,0% das regiões pecuárias e em 28,1% delas a cotação subiu. 

Em Goiânia-GO, nesse período, o lento escoamento por carne bovina resultou em queda de 1,7%, a maior variação negativa entre as praças pesquisadas. 

Já no Sul do Tocantins, apesar da demanda patinando, a oferta limitada de boiadas não tem dado espaço para quedas. Na região, a cotação do boi subiu 1,4% na segunda metade de abril.

Fonte: Scot Consultoria

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com