Drones irão monitorar torres de transmissão de energia

Drones irão monitorar torres de transmissão de energia

PARTILHAR
drones-inspecionando-torres-de-transmissao
Foto: Divulgação

Uso de drone da Bembras Agro no monitoramento das torres e linhas de transmissão de energia da AES Eletropaulo aumentará precisão na identificação de problemas e ainda reduzirá em torno de 95% os custos

O verão é uma estação marcada pela chegada das águas, chuvas constantes são predominantes em praticamente todo o País. Esses temporais muitas vezes acompanhados de raios e diversas descargas elétricas acabam afetando as linhas de transmissão de energia, causando muitas vezes apagões e grandes transtornos a toda a população, tanto do campo quanto da cidade. Essa manutenção é realizada por profissionais treinados que por meio de helicópteros sobrevoam as áreas e tentam de modo visual identificar o problema.

Para ajudar em prognósticos mais precisos e diminuir os riscos dos profissionais no campo, a Bembras Agro acaba de fechar uma parceria com a distribuidora de energia da cidade de São Paulo e municípios da região Metropolitana do Estado, a AES Eletropaulo. A empresa paulista fornecerá a companhia os drones e softwares de alta tecnologia para monitoramento das torres e linhas de transmissão de energia. “O trabalho é feito hoje com helicópteros e tem forte impacto ambiental devido ao consumo de combustível, grande gasto com mão de obra, além do risco de vida, que é o fator principal. O profissional fica do lado de fora fazendo esse mapeamento com binóculo e outros equipamentos. É uma atividade extremamente arriscada e que certamente está entre as mais perigosas do mundo”, diz Jean Sereni, diretor administrativo da Bembras Agro.

Parceria-inédita-auxilia-na-manutenção-de-linhas-de-energia-elétrica
Foto: Divulgação

Além de mais segurança e precisão nas informações que norteará as tomadas de decisões, a utilização do drone proporciona uma redução expressiva nos gastos. Enquanto por exemplo, uma hora de voo de helicóptero custa em média R$ 5 mil, com combustível, o mesmo período com drone terá apenas o gasto de descarregamento de energia das baterias. “Estamos calculando uma economia em torno de 95%”, diz o diretor.

Além da tecnologia, drone e software da empresa americana DroneDeploy, parceira e pioneira no monitoramento em redes elétricas atuante em 126 países, a Bembras oferece ainda manutenção dos equipamentos, reposição de peças e também a capacitação e treinamento para os técnicos designados pela companhia para poderem executar o trabalho em campo. “De início, o trabalho será feito nas áreas não urbanas até as equipes terem uma condição plena no manuseio do drone para não correr risco de haver acidentes com pessoas. Esses são os locais típicos de uso praticamente 100% rural. São mais de 6.000 torres no campo e a ideia é mapear 100% com drones”, destaca Sereni.

Por se tratarem de áreas rurais, com a adoção de drones no monitoramento das redes elétricas, os produtores terão benefícios diretos e indiretos. Além, de passarem a contar com tecnologias modernas e que vão garantir que a manutenção das redes elétricas que abastecem suas propriedades, será melhor executada, o risco de ficarem sem energia nas propriedades ainda diminui.

Profissionais-receberam-treinamento-para-uso-do-drone-e-software
Foto: Divulgação

Somado a isso, a propriedade terá também como benefício a menor movimentação de helicópteros sobrevoando a fazenda, impactando nos riscos de acidentes e incêndios. No caso de criadores de gado, por exemplo, o barulho ocasionado com o grande tráfego aéreo sobre o pasto, pode estressar os animais e comprometer a produtividade. “O drone é extremamente silencioso e executa o trabalho com mais agilidade e precisão. Nossa ideia é mostrar que essa tecnologia tem grande potencial e pode ser estendida e outros estados de todo o País”, diz Sereni.

Sobre a Bembras Agro

Empresa fundada em 2016, integra parte do Grupo Bembras, conglomerado brasileiro sediado em São Paulo, e que atua desde 1998 na representação e distribuição de diversas companhias nacionais e internacionais como – Airbus Defense & Space, a francêsa Safran, a israelense Bynet, a alemã Piciorgros, a americana DroneDeploy e a chinesa DJI.

A Bembras Agro tem como objetivo promover soluções e avanços tecnológicos para o campo conectando o produtor a sua plantação por meio de softwares com algoritmos, drones e outras ferramentas.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com