Em 2019 importações de lácteos caem 9%

Em 2019 importações de lácteos caem 9%

PARTILHAR
ed-wz8v9263_rogerio_cassimiro
A produção da lácteos no Brasil começou a desacelerar no primeiro trimestre deste ano (Foto: Rogerio Cassimiro/Ed. Globo)

Segundo a SECEX, a quantidade importada de leite no mês dezembro de 2019 reduziu 7% em relação a novembro do mesmo ano, com 81,1 milhões de litros em equivalente leite importados.

A Secretaria de Comércio Exterior (SECEX) divulgou os dados da balança comercial láctea nesta segunda-feira (06/01). Segundo a SECEX, a quantidade importada de leite no mês dezembro de 2019 reduziu 7% em relação a novembro do mesmo ano, com 81,1 milhões de litros em equivalente leite importados, reflexo da ainda menor competitividade do produto diante do nacional, apesar da desvalorização do dólar frente ao real.  No acumulado do ano, a quantidade importada foi 9% menor que no ano de 2018.  

Com relação às exportações, o volume também reduziu. Os 9,2 milhões de litros em equivalente leite exportados em dezembro representaram uma queda de 16% frente aos 10,9 milhões de litros observados em novembro. Confira a evolução no saldo da balança comercial láctea, que foi de – 72 milhões de litros em dezembro, no gráfico 1.

Gráfico 1. Saldo da balança comercial de lácteos no Brasil em equivalente leite (milhões de litros).

Fonte: elaborado pela equipe MilkPoint Mercado com dados do COMEXSTAT.

Os principais produtos importados pelo Brasil em dezembro de 2019 foram leites em pó, com 63% do volume total das importações. No entanto, em relação a novembro, o volume importado de leite em pó integral reduziu 4% e o de desnatado aumentou 11%.

Os queijos por sua vez, embora representaram a segunda colocação em volume de importação (17% do total importado), reduziram em 37% sua importação em relação a novembro.

Os países que mais exportaram lácteos para o Brasil no último mês de 2019 foram: Argentina, Uruguai, Holanda, França e Paraguai, representando mais de 90% das vendas totais ao mercado brasileiro. Apesar de ainda ocupar posição destaque, a Argentina reduziu em 1% sua participação, já o Uruguai e a Holanda cresceram, respectivamente, 4% e 2%.   

Na tabela 1, é possível observar as movimentações do comércio internacional de lácteos para o mês de outubro deste ano.

Tabela 1. Balança comercial láctea em outubro de 2019.

Fonte: elaborado pela equipe MilkPoint Mercado com dados do COMEXSTAT.

Fonte: Milk Point

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com